Presidente do Corinthians promete comprar Danilo Avelar

  • Por Jovem Pan
  • 21/03/2019 15h44
Daniel Augusto Jr/Ag. CorinthiansAvelar decidiu jogo contra o Ituano

Presidente do Corinthians, Andrés Sanchez prometeu contratar o lateral esquerdo Danilo Avelar, que pertence ao Torino e tem feito gols com frequência em 2019. Em entrevistas na Federação Paulista de Futebol (FPF), ele também comentou sobre a própria saúde, o sistema de vídeo arbitragem (VAR) e a penhora da taça do Mundial de Clubes. 

Depois de não conseguir contratar Guilherme Arana para lateral esquerda, Andrés avisou que o Corinthians comprará os direitos de Danilo Avelar. O jogador tem contrato de empréstimo até julho deste ano e valor fixado em 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 6,5 milhões). “Nós vamos fazer a compra”, prometeu Sanchez.

Depois de sofrer com uma encefalite viral, Andrés voltou a trabalhar no Corinthians e mudou um pouco os hábitos. Visivelmente mais magro, ele disse que parou de fumar e tentará ser mais regrado com a alimentação. “Infelizmente, às vezes, é preciso levar um susto pra tomar consciência de algumas coisas. Pode ver que estou mais light, mais sossegado. Não estou tanto por causa do cigarro. Mais uns meses vai ficar mais tranquilo. Eu tô um pouco debilitado ainda, mas graças a Deus o pior já passou e cada dia tô melhorando”, afirmou.

Andrés lamentou novamente o Tribunal de Justiça de São Paulo ter determinado, na última quarta-feira, a penhora da taça do Mundial de Clubes da Fifa de 2012 e prometeu que a questão será resolvida até o final desta semana. “Não sou do jurídico, mas o Corinthians tem ônibus, caminhão, carro, terreno… Mas acharam que tinham de pegar a taça. Mas a taça é réplica, a verdadeira tá com a Fifa de novo. Mas insistem. No ano passado ficamos bem perto do acordo. Tentamos acordo, mas os advogados não aceitaram”, comentou.

Sobre as quartas de final do Paulistão, o presidente elogiou a decisão de existir o VAR (árbitro de vídeo), mas acredita que as discussões sobre a arbitragem não acabarão por causa disso. Ao apontar um favorito disse: “o Red Bull fez a melhor campanha. Depois do Palmeiras, pelos investimentos, jogadores. Tem também Ferroviária, Ituano. Hoje em dia é difícil vencer esses times”.

Com Estadão Conteúdo