Resultado não preocupa Corinthians porque tática defensiva deu certo na semifinal

  • Por Jovem Pan
  • 11/10/2018 08h38
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians Logo após o jogo, Jair Ventura já lembrou do duelo contra o Flamengo

Apesar de o Corinthians ter perdido o jogo de ida para o Cruzeiro, nesta quarta-feira (10), o resultado não preocupa muito. O técnico Jair Ventura mostrou tranquilidade após a derrota por 1 a 0 na final da Copa do Brasil. Isso acontece porque a tática adotada na decisão já deu certo na semifinal, contra o Flamengo.

O Corinthians sabe que tem força quando precisa decidir em casa. Então, quando atua fora dos próprios domínios, Jair prepara o time para buscar um empate ou no máximo perder por pouca vantagem. Ou seja, o objetivo foi atingido no Mineirão.

Após a partida, Jair até usou o exemplo daquele duelo contra o Flamengo: “Sabemos da nossa força em casa. Saímos supervivos. Tristes, mas supervivos. Na nossa casa conseguimos vitória contra o Flamengo e vamos fazer de tudo para conseguir a vitória novamente”.

O time repetirá inclusive a tática de fazer um treino aberto na véspera do jogo contra o Cruzeiro, assim como foi feito antes da partida contra o Fla: “O treino berto é um aliado. As mesmas críticas que recebemos contra o Flamengo recebemos hoje. Se fizermos o mesmo que fizemos com o Flamengo em casa podemos sair campeões. Se for para fazer esse comparativo, vamos ver o lado bom. Mostramos que em casa somos fortes”.

O grande problema para o Corinthians é o desempenho ofensivo. O Timão até teve posse de bola contra o Cruzeiro, já que a equipe celeste costuma abrir mão dela, mas não soube criar jogadas de perigo.

Jair admite que é o principal defeito da equipe atualmente: “A gente sabe que no Brasileiro somos uma das equipes que menos finaliza, isso não é de agora, estamos trabalhando para melhorar”.

O Corinthians precisará vencer por 2 gols de diferença para se classificar diretamente. Se vencer por um gol, seja qual for o placar, a decisão irá para os pênaltis. Qualquer empate dará o título para o Cruzeiro.