Cuca e Sampaoli são os únicos técnicos da Série A sem licença exigida pela CBF

  • Por Jovem Pan
  • 21/02/2019 16h30
Montagem/DivulgaçãoApesar de não terem as licenças pedidas pela CBF, Cuca e Sampaoli devem comandar São Paulo e Santos no Brasileirão

Cuca, técnico que vai assumir o São Paulo no dia 15 de abril, e Jorge Sampaoli, atual comandante do Santos, são os únicos treinadores da Série A do Campeonato Brasileiro que não possuem, até o momento, as licenças pedidas pela Confederação Brasileira de Futebol para desempenharem a função na competição nacional de pontos corridos.

A partir deste ano, a entidade máxima do futebol brasileiro vai permitir que apenas técnicos com as licenças honorária, Pro ou categoria A poderão dirigir equipes em suas competições. Caso não se enquadrem em uma das categorias, será necessário matricularem no curso para a obtenção do certificado. Essas determinações fazem parte do Manual do Licenciamento da CBF.

Apesar de não terem as licenças pedidas pela CBF, tanto São Paulo quanto Santos não veem problemas no assunto, já que Cuca não participou das últimas edições dos cursos por conta dos problemas de saúde que vem enfrentando e com isso deverá receber uma permissão especial. Em relação a Sampaoli, o argentino tem a licença emitida da AFA, que é aceita, inclusive, na Europa.

A edição atual do curso tem a presença de dois treinadores da Série A: Lisca, do Ceará, e Renato Gaúcho, do Grêmio. Os dois se afastaram temporariamente dos compromissos com suas equipes para comparecerem às aulas, ministradas na Granja Comary, em Teresópolis. No passado, os demais técnicos também realizaram o curso ou no caso dos mais experientes, como Abel Braga e Luiz Felipe Scolari, receberam a licença honorária.

Confira quem são os atuais treinadores de clubes da Série A:

Athletico-PR – Tiago Nunes (Licença A)

Atlético-MG – Levir Culpi (Licença Honorária)

Avaí – Geninho (Licença Honorária)

Bahia – Enderson Moreira (Licença A)

Botafogo – Zé Ricardo (Licença Pro)

Ceará – Lisca (Curso para a Licença A)

Chapecoense – Claudinei Oliveira (Licença A)

Corinthians – Fábio Carille (Licença Pro)

Cruzeiro – Mano Menezes (Licença Pro)

CSA – Marcelo Cabo (Licença Pro)

Flamengo – Abel Braga (Licença Honorária)

Fluminense – Fernando Diniz (Licença A)

Fortaleza – Rogério Ceni (Licença A)

Goiás – Maurício Barbieri (Licença Pro)

Grêmio – Renato Gaúcho (Curso para a Licença A)

Internacional – Odair Hellmann (Licença Pro)

Palmeiras – Luiz Felipe Scolari (Licença Honorária)

Santos – Jorge Sampaoli (Licença AFA; é aceita na Europa)

São Paulo – Cuca (Não tem)

Vasco – Alberto Valentim (Licença A)