Conmebol rejeita recurso do Boca e final da Libertadores da América está confirmada

  • Por Jovem Pan
  • 06/12/2018 21h30
Divulgação CABJNa partida de ida da final, Boca Juniors e River Plate ficaram no empate em 2 a 2

Após toda a confusão ocorrida antes da segunda partida da final da Libertadores da América, que acabou não acontecendo, o Boca Juniors entrou com um pedido junto a Conmebol para que o título da competição lhe fosse dado sem ter que entrar em campo. No entanto, a entidade negou o recurso do clube e confirmou a realização do duelo contra o River Plate.

O recurso do Boca foi realizado no dia 30 de novembro, para o Tribunal de Apelações da Conmebol, logo depois da entidade negar o pedido inicial do clube para a exclusão do River Plate da competição pelos acontecimentos ocorridos nos arredores do estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires, no último dia 24.

O Boca Juniors considerava que deveria ser declarado vencedor daquela partida e, consequentemente, campeão da Libertadores da América. Mas, nesta quinta-feira (6), a Conmebol anunciou que manteve a decisão de seu Tribunal Disciplinar e reafirmou que o segundo jogo da final acontecerá no Santiago Bernabéu, em Madri.

Depois do empate por 2 a 2 na partida de ida, em La Bombonera, os rivais argentinos deveriam se enfrentar no último dia 24, mas o ataque promovido contra o ônibus do Boca Juniors, que deixou alguns jogadores do clube feridos, resultou no adiamento e, posteriormente, na suspensão da partida.

A disputa foi para os tribunais. Enquanto o River Plate exigia jogar em seu estádio, o Boca Juniors pedia para ser declarado campeão. A Conmebol, então, decidiu tirar a aguardada partida de Buenos Aires e a levou para o estádio do Real Madrid, onde será disputada neste domingo (9), às 17h30min.

Com informações de Estadão Conteúdo