De Ligt diz que pedido de CR7 foi indiferente: ‘Já queria a Juventus’

  • Por Jovem Pan
  • 19/07/2019 09h09
Divulgação JuventusDe Ligt, novo zagueiro da Juventus

Recém-contratado pela Juventus, o zagueiro De Ligt foi apresentado na manhã desta sexta-feira (19) nas dependências do clube. Demonstrando felicidade ao falar como jogador da “Velha Senhora”, o holandês afirmou que o pedido de Cristiano Ronaldo não fez diferença para que escolhesse o clube italiano.

De Ligt foi chamado para defender a Juve pessoalmente em junho, quando eles se enfrentaram no confronto entre Portugal x Holanda, válido pela decisão da Liga das Nações. Ao final da partida, o astro português tentou recrutá-lo em rápida conversa.

“Naquele momento eu estava tentando decidir qual time jogar. Eu já tinha uma ideia, mas queria esperar um pouco. Eu já tinha quase certeza de que seria a Juventus, mas, obviamente, ver alguém tão grande quanto Ronaldo vir até mim e dizer aquilo foi um grande elogio. Mas não foi isso que fez a diferença na decisão”, explicou o jovem de 19 anos.

O defensor afirmou que ser trinado por Maurizio Sarri foi um dos fatores de ele ter tomado a sua decisão. Além disso, o fato da Juventus ser conhecida pela solidez defensiva, ajudou De Ligt a tirar sua dúvidas.

“É verdade, falei com Sarri para nos conhecer. Ele é uma das razões que me levou a vir aqui. Eu ouvi muito bem sobre sua filosofia e como ele prepara a linha defensiva”, contou o atleta, que recebeu a camisa número 4. 

“Por que Juve? O sentimento e os sentimentos que eles transmitiram para mim. Além disso, a Itália é famosa por sua tradição defensiva. Juve é um grande passo para mim”, continuou. 

Além disso, a joia elogiou a festa que os torcedores costuma fazer no Allianz Stadium, casa da Juventus. “E quando joguei aqui com o Ajax aqui fiquei impressionado com a atmosfera do Allianz Stadium. Existem quatro competições e queremos conquistá-las todas. Esta é a mentalidade da Juventus”, disse.

De Ligt foi adquirido 85,5 milhões de euros (cerca de R$ 361 milhões). A cifra tornou o holandês o zagueiro mais caro da história do futebol e o terceiro mais caro da Juventus.