Jornal: ‘Divórcio’ entre Neymar e PSG começou com discussão sobre lesão no pé

  • Por Jovem Pan
  • 23/07/2019 10h02
EFE/EPA/IAN LANGSDONNeymar, atacante do PSG

Neymar faltou a reapresentação do Paris Saint-Germain, está insatisfeito na equipe parisiense e já deixou claro que não pretende continuar na capital francesa nesta temporada. De acordo com o jornal “L’Équipe”, em publicação nesta terça-feira (23), o clima entre jogador e clube passou a ficar insustentável em janeiro deste ano, quando o staff do atacante discutiu com médicos do time.

Na ocasião, Neymar voltou a lesionar o quinto metatarso do pé direito. Os médicos do PSG analisaram a situação clínica do camisa 10 e perceberam que ele teria que passar por outro procedimento cirúrgico. No entanto, pessoas ligadas ao craque optaram por um tratamento conservador, visando a disputa da Copa América, no Brasil.

O jornal também revela que os especialistas do PSG ficaram enfurecidos com Rodrigo Lasmar, médico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que operou o astro quando ele sofreu a primeira fratura no dedinho.

Isso porque o trabalho do médico brasileiro não tinha sido satisfatório, já que o parafuso fixado para solidificar o pé de Neymar era menor do que o necessário. Assim, esse erro seria a origem, em parte, da recaída na mesma lesão.

De acordo com o “AS”, o Barcelona teria consultado especialistas, que estariam receosos quanto ao estado de Neymar. Segundo a reportagem divulgada na semana passada, os médicos relataram que Neymar poderia ter sofrido uma terceira lesão no quinto metatarso.