‘Neymar é um herói aos meus olhos’, diz criador de história em quadrinhos inspirada no craque

  • Por Eduardo F. Filho/Jovem Pan
  • 14/09/2018 07h05
Reprodução Facebook Na história, protagonista recebe uma tinta mágica que consegue dar vida às suas tatuagens

Modelo, garoto propaganda, jogador de futebol. Quando achamos que nada mais faltava para a carreira de Neymar, ele vira super-herói dos quadrinhos. Achou exagero? O criador e roteirista da série, Jason M. Burns, não acha. “Qualquer um que faça o que ele faz em campo é um herói aos meus olhos. Ele pode não vestir uma capa, mas planta coisas maravilhosas”.

Lançada nesta quarta-feira, 12, a série “Inked” tem como protagonista Júnior, personagem inspirado no craque brasileiro. Burns, autor também de alguns best-sellers do “The New York Times”, falou com exclusividade à Jovem Pan sobre o projeto. “Eu estou desenvolvendo a história há alguns anos, na verdade, mas acho que tudo ganhou sentido quando o Neymar entrou. Embora o personagem seja totalmente fictício, ele tem características e elementos da personalidade que são definitivamente do próprio Neymar Jr”, explicou.

Na trama, Júnior recebe uma tinta mágica que consegue dar vida às suas tatuagens – sendo que todos os desenhos são idênticos aos do corpo do atleta. Ele usa esse poder para tentar encontrar a irmã que foi sequestrada por um cartel com “conexões místicas” e logo se torna um “super-herói urbano” que ajuda aqueles que mais precisam.

Para o criador, esse “ganhar vida” das tatuagens, sua parte favorita, é o que torna a história única. “Por enquanto o leão da mão esquerda foi o único a ganhar vida, mas nos próximos capítulos outras tatuagens ganharão e cada uma terá seu poder e personalidade”.

Apesar de as tatuagens imitarem as do jogador, a ideia partiu dos desenhos tatuados no corpo do próprio roteirista, outro apaixonado por suas marcas. “Tenho dezenas. Elas representam coisas que são e foram importantes na minha vida. Tenho meus filhos tatuados, por exemplo, e a minha sobrinha que já faleceu”.

Chris Flannery, presidente da produtora independente “Fan the Flame Concepts”, foi o responsável por levar Neymar Jr. até Jason e, em suas palavras, as conversas se iniciaram depois dessa introdução e duraram cerca de dois anos até o lançamento da HQ.

“Eu gosto de falar que a história escolheu o Neymar e não o contrário, ele é apaixonado por quadrinhos, cresceu lendo Batman. Ele me confidenciou que estava realizando um sonho ao virar um super-herói”, disse.

Apesar de a história se passar no Brasil, o país tropical foi escolhido depois da entrada do jogador nos negócios. O roteirista nunca veio a solo brasileiro, mas achou “um lugar maravilhoso” durante suas pesquisas. E como tem medo de avião e não voa para lugar nenhum, vai ser difícil conhecer a locação.

Agora seu desejo é que as pessoas do mundo inteiro possam ler e se apaixonar pela concepção. “Fãs de Neymar, das histórias em quadrinhos e até mesmo de tatuagem: tentem ler e continuem fiéis a história até onde der”, pediu.

Assista aqui ao vídeo de apresentação do projeto: