Polícia apreende símbolos nazistas e até um míssil em investigação envolvendo ultras da Juventus

  • Por Jovem Pan
  • 16/07/2019 15h53
ReproduçãoImagem de reprodução do míssil apreendido

A polícia italiana informou nesta segunda-feira (15) a prisão de três homens e a apreensão de um arsenal militar que incluía até um míssil do Exército do Catar em uma operação envolvendo ultras da Juventus. Foram encontradas ainda aparatos de propaganda nazista e diversos objetos de duas torcidas organizadas do clube italiano, “Tradição e valores antigos” e “juventude Drughi” –  principal organizada do clube.

A ação em conjunto do Serviço Antiterrorismo da Itália e pela Divisão de Investigações Gerais e Operações Especiais (Digos) da polícia de Turim foi iniciada após serem encontradas bandeiras da “juventude Drughi” em um centro skinhead, na última semana. Foram apreendidos na operação vários fuzis de assalto, dois lançadores de foguetes e partes de aviões de combate, juntamente com material de propaganda de origem nazista, segundo a Rai, da Itália.

Três pessoas foram presas, segundo a agência de notícias France Presse; Fabio Del Bergiolo, de 50 anos, ex-candidato do movimento neofascista Forza Nuova; um suíço, de 42; e um italiano, de 51.