Incêndio no CT do Flamengo mata 10 pessoas e deixa 3 feridas

  • Por Jovem Pan
  • 08/02/2019 08h10
REGINALDO PIMENTA/RAW IMAGE/ESTADÃO CONTEÚDOIncêndio destruiu alojamento de jovens das categorias de base

Aconteceu um incêndio de grandes proporções no Centro de Treinamento do Flamengo, o Ninho do Urubu, na madrugada desta sexta-feira (8). De acordo com os Bombeiros, 10 pessoas morreram e 3 estão feridas, sendo que uma precisou passar por cirurgia de emergência no Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. O fogo só foi controlado por volta das 7h (de Brasília), após duas horas de trabalho. Tudo começou com uma explosão no ar condicionado de um quarto, segundo sobreviventes e funcionários do clube. Veja os envolvidos que já foram identificados.

De acordo com um funcionário do Flamengo ouvido pela Jovem Pan, entre os 10 mortos, 4 eram jogadores das categorias de base do Flamengo, 2 eram adolescentes que faziam testes no clube e 4 eram funcionários. As identidades de 3 mortos já foram descobertas, por causa de informações passadas por amigos e familiares: Arthur Vinicius, 14 anos; Christian Esmério, 15 anos; e Pablo Henrique da Silva Matos, primo do zagueiro Werley, do Vasco.

Os 3 feridos foram identificados pela Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro. São eles Cauã Emanuel Gomes Nunes, 14 anos; Francisco Diogo Bento Alves, 15 anos; e Jonathan Cruz Ventura, 15 anos. Este último inspira mais cuidados e teve que passar por uma cirurgia para retirada da pele morta. Ele chegou consciente ao hospital e está respirando por aparelhos, por precaução da equipe médica.

O Ninho do Urubu fica na zona Oeste do Rio de Janeiro. É o local de treino da equipe profissional do Flamengo e também serve como alojamento de jovens das categorias de base. O incêndio aconteceu justamente onde estavam garotos do sub-15 e do sub-17. É uma parte antiga do Ninho, com estrutura antiquada, que inclusive já tinha projeto para ser desativada.

A tragédia poderia ter sido muito maior se os jovens do Flamengo não estivessem de folga nesta sexta. Como eles não teriam treino, a maioria saiu do CT e foi para casa. Só ficaram no alojamento garotos que vieram de outros estados e não tinham residência no Rio de Janeiro.

O Flamengo tem entrado em contato com os parentes das vítimas e dos feridos. Por enquanto a única manifestação do clube foi um decreto de luto nas redes sociais. O Rio de Janeiro está em estado de luto por 3 dias e não acontecerão jogos do Campeonato Carioca neste final de semana. O Flamengo iria enfrentar o Fluminense pela semifinal da Taça Guanabara, neste sábado (9).