Com recordes batidos, Palmeiras conquista o Deca e se consolida como maior campeão do Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 25/11/2018 19h00
DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDODeyverson foi o autor do gol da vitória do Palmeiras sobre o Vasco, que garantiu o título nacional ao clube

25 de novembro de 2018, dia histórico para a Sociedade Esportiva Palmeiras e de festa para os milhares de torcedores alviverdes, que enfim puderam soltar o grito de “decacampeão”. Jogando em São Januário, no Rio de Janeiro, o Verdão venceu o Vasco e chegou aos 77 pontos, confirmando a conquista de mais um título nacional com uma rodada de antecedência.

Invicto desde a 15ª rodada, quando foi derrotado pelo Fluminense, o Palmeiras foi o time que mais venceu (22) e menos perdeu (quatro) no Campeonato Brasileiro deste ano. Foi também o que mais gols marcou (61) e que menos sofreu (24). Uma campanha incontestável do time que começou o torneio com Roger Machado e terminou com Luiz Felipe Scolari no comando.

E foi justamente essa troca a responsável por levar o time ao título. Quando Felipão assumiu o cargo, na 17ª rodada em partida contra o América-MG, o Verdão estava na sexta posição, a oito pontos do então líder São Paulo. Mas, após uma arrancada impressionante, o Palmeiras superou os adversários rodada a rodada até chegar ao topo.

Topo não apenas da tabela de classificação da competição nacional de pontos corridos, mas também, e principalmente, do futebol nacional. Com o 10º título brasileiro de sua história, o clube alviverde se consolida como o maior campeão do país, ampliando a vantagem para os rivais Santos, que tem oito conquistas, Corinthians, com sete, e São Paulo, com seis.

Recordes

Em sua campanha rumo ao Deca este ano, o Palmeiras quebrou importantes tabus, como a vitória sobre o São Paulo no estádio do Morumbi após 16 anos, e superou recordes impressionantes, como o de invencibilidade na história dos pontos corridos, que até então pertencia ao rival Corinthians.

A sequência de 22 jogos sem tropeços do Palmeiras contempla 16 vitórias (Paraná, Vasco, Vitória, Botafogo, Chapecoense, Atlético-PR, Corinthians, Sport, Cruzeiro, São Paulo, Grêmio, Ceará, Santos, Fluminense e América) e seis empates (América-MG, Internacional, Bahia, Flamengo, Atlético-MG e Paraná).

Com o triunfo sobre o Vasco, neste domingo, o Palmeiras chegou a 22 partidas invictas no Brasileiro e fica a um duelo para igualar uma nova série sem derrotas, a de 23 jogos imposta em 1994, a segunda maior da história do clube – a série recordista pertence ao time de 1972/1973, conhecido como Segunda Academia, que ficou 26 duelos sem derrotas.