Estreia do árbitro de vídeo tem críticas do Palmeiras e resposta da FPF

  • Por Jovem Pan
  • 23/03/2019 19h47
THIAGO CALIL/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDOJuiz só viu um lance na TV

O VAR (sistema de árbitro de vídeo) foi utilizado pela primeira vez no Campeonato Paulista, neste sábado (23), no empate entre Palmeiras e Grêmio Novorizontino. A tecnologia ajudou o árbitro Raphael Claus a marcar um pênalti para o time de Novo Horizonte. Mas o Verdão saiu reclamando por causa de lances que o juiz não quis ver na televisão.

Na origem do gol do Novorizontino, a bola teria batido na mão de Murilo Henrique. Depois ele chutou ao gol, Fernando Prass espalmou, e Cléo Silva pegou o rebote, abrindo o placar. Mesmo sendo um lance decisivo, Claus ignorou a reclamação dos palmeirenses e sequer viu na TV.

Antes do jogo acabar, o clube já publicou no Twitter a principal reclamação: “pra que o VAR da Federação Paulista de Futebol? Para o Palmeiras não existe!”.

Depois a Federação Paulista de Futebol utilizou a mesma rede social para rebater, mostrando um novo ângulo do lance.

O Palmeiras voltou a se manifestar e chamou o campeonato de “Paulistinha”.

No final do 2º tempo, o Palmeiras voltou a reclamar, por causa de um suposto toque de mão de um jogador do Novorizontino, que seria pênalti. Mas novamente Claus não quis ver o lance na TV.

Vale lembrar que o Palmeiras está em conflito com a Federação Paulista de Futebol (FPF) desde o ano passado, também por causa de uma polêmica com a arbitragem. O clube entende que o Corinthians foi beneficiado na final por causa de uma interferência externa.