Felipão ameaça sair do Palmeiras por causa de protestos da torcida

  • Por Jovem Pan
  • 26/04/2019 08h43
Palmeiras/ DivulgaçãoFelipão se revoltou com críticas

O Palmeiras goleou o Melgar fora de casa, pela Copa Libertadores, mas mesmo assim aconteceu uma polêmica. Parte da torcida alviverde criticou o time em Arequipa, então o técnico Felipão ficou incomodado. Ele até ameaçou sair do clube se os protestos continuarem.

O problema aconteceu quando os reservas estavam fazendo exercícios no estádio, logo depois do jogo, e foram xingados. Felipão foi na direção da torcida e respondeu. Depois contou o que tentou falar naquele momento: “aconteceu que deve ter uns quatro ou cinco que não tem noção do que dizem aos jogadores. Gritando algumas bobagens. Se querem gritar bobagem, ter um culpado, achem a mim. Sou eu que escalo os jogadores. Vão lá, gritem comigo, briguem comigo, xinguem a mim. Mas não xingar os jogadores. Jogaram, venceram, classificaram e foram xingados? Pelo amor de Deus”.

Logo depois Felipão fez a ameaça de sair: “se não estão contentes, vão lá e peçam para a direção do Palmeiras: “Nós não estamos contentes e queremos que o Felipe vá embora”. Vou embora amanhã. Acabou o assunto. Um bando de palhaços. Quatro ou cinco palhaços”.

Polêmica à parte, o Palmeiras assumiu a liderança do Grupo F da Libertadores, com 12 pontos. Na última rodada o Verdão vai enfrentar o  San Lorenzo-ARG, em casa.

No final de semana o time de Felipão vai se reencontrar com a própria torcida no Allianz Parque, na estreia do Campeonato Brasileiro. O jogo contra o Fortaleza será no domingo (28), às 19h (de Brasília).