Felipão pode se isolar como maior finalista da Copa do Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 25/09/2018 16h00
Palmeiras/ DivulgaçãoFelipão pode chegar a sua sexta decisão da competição nacional

A missão do Palmeiras nesta quarta-feira (26) não será fácil. O time precisa reverter a vantagem conquistada pelo Cruzeiro na ida das semifinais da Copa do Brasil (1 a 0). Mas, caso consiga, a classificação para a decisão da competição de mata-mata seria histórica tanto para o clube, quanto para o treinador: Luiz Felipe Scolari.

O comandante alviverde que retornou ao Verdão no início de agosto pode se isolar como o maior finalista da Copa do Brasil. Felipão já disputou cinco decisões da competição (1991 pelo Criciúma, 1994 e 1995 pelo Grêmio, 1998 e 2012 pelo Palmeiras), tendo vencido quatro vezes: 1991, 1994, 1998 e 2012.

Atualmente, Luiz Felipe Scolari está empatado com Marcelo Oliveira, que chegou a cinco finais da Copa do Brasil e foi campeão uma única vez, justamente pelo Palmeiras em 2015. O treinador disputou as decisões de 2011 e 2012, pelo Coritiba, 2014 pelo Cruzeiro, 2015 pelo Palmeiras e 2016 pelo Atlético-MG, quando trabalhou apenas no primeiro jogo.

Atrás da dupla estão Levir Culpi, com quatro participações em finais da competição de mata-mata (1996 e 1998 pelo Cruzeiro, 2000 pelo São Paulo e 2014 pelo Atlético-MG), Renato Gaúcho, com três decisões (2006 pelo Vasco, 2007 pelo Fluminense e 2016 pelo Grêmio), e Mano Menezes, também com três finais (2008 e 2009 pelo Corinthians e 2017 pelo Cruzeiro.

Vanderlei Luxemburgo, com três, completa a lista de treinadores que mais participaram de finais da Copa do Brasil. O comandante disputou as decisões de 1996 pelo Palmeiras, 2001 pelo Corinthians e 2003 pelo Cruzeiro. Luxemburgo acabou conquistando apenas um título, na temporada 2003, pelo time mineiro.