Palmeiras tem 7 motivos para se empolgar com Goulart, mas precisa esperar

  • Por Jovem Pan
  • 15/01/2019 15h55
Palmeiras/ DivulgaçãoRicardo Goulart ao lado de Paulo Buosi, vice-presidente do Palmeiras

A contratação de Ricardo Goulart era um sonho antigo dos dirigentes e torcedores do Palmeiras. Então é natural que todos estejam empolgados com o empréstimo do atacante, confirmado nesta terça-feira (15). Existem pelo menos 7 motivos para os palmeirenses se animarem com a contratação. Mas também existe um detalhe que gera cautela.

O Palmeiras terá que esperar mais de um mês para contar com Ricardo Goulart. Ele está se recuperando de uma cirurgia no joelho desde o ano passado. Na melhor das hipóteses, o jogador estará disponível na segunda metade de fevereiro. Até lá, ele deve ser desfalque em pelo menos 7 jogos do Verdão no Campeonato Paulista, inclusive no clássico contra o Corinthians, em 2 de fevereiro.

Sendo otimista, é possível que Goulart volte a jogar no clássico contra o Santos, em 23 de fevereiro. Mas o mais provável é que ele seja tratado com cautela e só fique recuperado para a estreia na Copa Libertadores, contra o Junior-COL, em 6 de março.

Lesão à parte, o Palmeiras pode se empolgar com Goulart por tudo que ele já jogou e pelo contexto que terá no Palmeiras:

Alto nível por 7 temporadas

Desde que se destacou no Goiás, pela Série B de 2012, Ricardo Goulart sempre jogou em alto nível. No ano seguinte, ele fez 14 gols pelo Cruzeiro e foi campeão brasileiro. E depois disso sempre marcou pelo menos 20 gols por ano (somando todas competições), tanto no time celeste quanto no Guangzhou Evergrande. Ricardo foi artilheiro do Chinês em 2016, com 19 gols, e eleito o melhor da competição em 2015 e 2016.

Relacionamento com Felipão

O atual técnico do Palmeiras, Felipão, treinou Ricardo Goulart na China por 3 temporadas. Se alguém sabe tirar o melhor do atacante, é justamente ele. O jogo aéreo, sempre bem explorado por times de Felipão, combina perfeitamente com Goulart, que tem ótimo desempenho no cabeceio. Enfim, os 2 vão reeditar uma parceria que fez muito sucesso na China.

Versatilidade

Ricardo Goulart pode jogar como 2º atacante, partindo do meio-campo para surpreender na área, ou ser um centroavante mais fixo na área. Isso dará mais espaço para Goulart jogar com frequência. Mas é provável que Felipão prefira utilizá-lo como meia-atacante, atrás de Borja ou Deyverson, com total liberdade para se movimentar na frente.

No auge

Ricardo Goulart está com 27 anos. É aproximadamente a idade que fisioterapeutas estipulam como o auge dos jogadores de futebol. Portanto o Palmeiras contratou um jogador que está em um dos melhores momentos da carreira.

Salário

O Palmeiras conseguiu se livrar do pagamento integral do salário de Ricardo Goulart. Depois de longa negociação, o Guangzhou Evergrande aceitou bancar boa parte dos vencimentos. A divisão não foi divulgada oficialmente, mas especula-se que o Verdão pagará o teto que dá aos jogadores, R$ 600 mil por mês, já que não haverá ajuda de patrocinadores neste caso.

Opção de compra

No final do ano, se o Palmeiras quiser contratar Ricardo Goulart, tem opção de comprá-lo por um valor estipulado em contrato. O preço não foi divulgado e provavelmente é alto. Mas pelo menos o Verdão não estará sujeito à variação que pode ocorrer caso ele fique ainda mais valorizado.

Torcida satisfeita

A torcida do Palmeiras já estava feliz com o título do Brasileirão de 2018. A maioria dos reforços contratados para 2019 tinha agradado. Agora, com Goulart, os palmeirenses devem ter mais paciência com o time, o que é importante para aliviar a pressão em cima do elenco e da diretoria. Pelo menos neste começo de temporada.