Palmeiras tem reservas em boa fase, mas a maioria deve ficar no banco em jogo da Libertadores

  • Por Jovem Pan
  • 28/08/2018 08h45
Palmeiras/DivulgaçãoFelipão disse que "não tem zagueiro no Brasil igual ao Luan"

Por disputar 3 competições atualmente, o Palmeiras tem optado por escalar muitos reservas em jogos do Campeonato Brasileiro. E finalmente o elenco do Verdão tem mostrado força, pois muitos jogadores tidos como reservas se destacaram. Mas mesmo assim a tendência é que eles fiquem no banco nesta quinta-feira (30), quando o time enfrentará o Cerro Porteño, em busca de vaga nas quartas de final da Copa Libertadores.

Cada setor tem pelo menos um jogador que se destacou positivamente nos últimos jogos. Na defesa, que virou o maior ponto forte do time, tanto Gustavo Gómez quanto Luan merecem elogios. O paraguaio chegou há pouco tempo e parece ter se adaptado bem. Já Luan foi até elogiado por Felipão no último domingo (26): “quando cheguei no clube tinha informação que o Luan era marcado pela torcida. Não tem zagueiro no Brasil igual ao Luan”.

No meio-campo as atuações de Thiago Santos chamam atenção há muito tempo. Parte da torcida palmeirense até pede que ele seja titular no lugar de Felipe Melo, que estava jogando mal sob comando de Roger Machado. Porém, isso mudou, já que ele ainda tem prestígio com Felipão.

No setor ofensivo quem teve uma grande atuação contra o Internacional foi Hyoran. Ele criou a maioria das jogadas do time no 1º tempo e também recebeu elogios de Felipão: “o Hyoran é taticamente muito equilibrado, tem velocidade e bate bem na bola. É um jogador de futuro. Vamos colocando em jogos de mata-mata para que faça determinada função e ele cumpre”.

Por fim, mas não menos importante, é preciso destacar Deyverson. Ele estava esquecido no elenco, mas foi resgatado por Felipão. A tática ofensiva do técnico, que envolve muitas ligações diretas para o ataque, aumenta a importância do centroavante. Ele tem conseguido ganhar jogadas aéreas, participar da criação ofensiva e também voltou a fazer gols – fez 3 em 6 jogos sob comando de Felipão. Ele só deve ficar no banco porque Miguel Borja também tem jogada bem e inclusive é vice-artilheiro da Libertadores, com 8 gols.