Reservas do Palmeiras têm aproveitamento melhor que o líder e já estão escalados para clássico

  • Por Jovem Pan
  • 03/09/2018 09h31
Palmeiras/ DivulgaçãoHyoran é considerado reserva e decidiu o jogo contra a Chapecoense

Desde que assumiu o comando do Palmeiras, o técnico Felipão passou a aproveitar melhor o elenco. Ele escala os titulares nas competições de mata-mata e não tem medo de colocar os reservas em partidas importantes, como foi contra o Internacional recentemente e na vitória contra a Chapecoense, fora de casa, neste domingo (2). A tática tem dado certo e por isso o técnico já anunciou que os reservas começarão jogando no clássico do próximo final de semana, contra o Corinthians.

Até agora o Palmeiras jogou com reservas em 5 partidas, contra América-MG, Vasco, Vitória, Internacional e Chapecoense. Não perdeu nenhum jogo, empatou com Coelho e Colorado, e venceu os outros 3. Somou 11 pontos e portanto ficou com 73,3% de aproveitamento. A média do líder São Paulo, na campanha toda, é de 69,7%.

É claro que essa comparação é desleal, pela quantidade de jogos ser muito diferente, e não diminui em nada a ótima campanha do São Paulo. Mas serve para mostrar como o elenco do Verdão tem capacidade de seguir na briga pelo título. Por isso Felipão já anunciou que vai escalar times diferentes no jogo contra o Timão, que é pelo Brasileirão, e contra o Cruzeiro, que é pela semifinal da Copa do Brasil. Antes destes jogos, tem também um duelo contra o Atlético-PR, em casa, na quarta-feira (5), também pelo Brasileiro. Como é um mata-mata, o confronto contra o time celeste, em casa, será tratado como prioridade acima de todos.

“Estamos disputando o Brasileiro com a intenção de chegar lá na frente, mesmo que às vezes eu altere cinco ou seis posições. Temos jogadores que jogam muito bem. Vamos brigar pelo Brasileiro, sim, mas desde já quero dizer a vocês que, no jogo antes de Copa do Brasil e Libertadores, que são mata-matas, vamos mudar a equipe. Vamos jogar com o Corinthians com uma equipe diferente da que vamos jogar contra o Cruzeiro”, anunciou Felipão, que deve enfrentar reservas do Corinthians, afinal o técnico Osmar Loss também deve poupar titulares para o jogo contra o Flamengo, pela semi da Copa do Brasil.

Com Roger Machado, o elenco no Palmeiras não era tão usado, principalmente porque o técnico não tinha moral para lidar com resultados ruins no Brasileirão. Um tropeço comum no torneio poderia causar a demissão dele – como de fato causou, após derrota contra o Fluminense, mesmo fora de casa. Já Felipão chegou com moral de quem é ídolo no clube, com contrato longo (até 2020) e não se importou em usar os reservas na maior competição nacional. Deu certo até agora.