Vice do Inter detona arbitragem: ‘Quem mandou o juiz olhar as imagens foi o Felipe Melo’

  • Por Jovem Pan
  • 18/07/2019 08h50
Divulgação/InternacionalInternacional bateu o Palmeiras nos pênaltis e avançou à semifinal da Copa do Brasil

Vice-presidente do Internacional, Roberto Melo ficou revoltado com a arbitragem na vitória por 1 a 0 diante do Palmeiras, na noite da última quarta-feira (17), no Beira-Rio, em confronto válido pela Copa do Brasil. Após a classificação de seu time à semifinal nos pênaltis, o mandatário do Colorado disparou contra o juiz Rafael Traci e afirmou que o árbitro só anulou o gol de Cuesta graças ao pedido do volante palmeirense Felipe Melo.

“Hoje foi uma vergonha o que ele marcou. Quando o VAR foi aprovado, eu estava na reunião, e solicitei que os clubes tivessem acesso às gravações entre eles, ao que se diz na cabine. Até hoje não fomos atendidos. Eu tenho receio que hoje sequer a cabine tenha pedido para revisar o lance. Ficou muito claro que, para mim, quem mandou o juiz olhar as imagens foi o Felipe Melo. Ficou muito claro que foi ele que mandou o juiz olhar na cabine. E se realmente isso aconteceu, não tem mais sentido, estamos aqui fazendo papel de bobos”, comentou na saída do campo.

Para Roberto Melo, a “culpa” dos erros não é do alviverde, mas na visão do vice o Inter foi claramente prejudicado no lance que ocorreu aos 48 minutos do segundo tempo.

“Eu poderia falar muitas coisas. Mas em respeito às pessoas que estão ouvindo, só vou falar que foi uma vergonha o que houve aqui hoje. O Palmeiras não tem culpa, nem precisa disso. É uma dificuldade enfrentar o Palmeiras, um grande clube, grande elenco, grande treinador. Mas eu estava vendo o lance (do gol anulado de Cuesta) na televisão e ninguém no Brasil sabe o que foi marcado”,  detonou.

“O Inter defende o VAR desde 2018. Mas do jeito que está, com as pessoas que escalam, que utilizam, que comandam a arbitragem, o VAR vai acabar, do jeito que está”, continuou Melo.

Classificado, o Internacional enfrentará o Cruzeiro na semifinal do torneio.