Raí se diz ciente dos “riscos” e promete fazer São Paulo reencontrar identidade

  • Por Estadão Conteúdo
  • 08/12/2017 13h45
Rubens Chiri / SPFCRaí é apresentado pelo presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, como novo diretor executivo do clube

Apresentado como novo diretor executivo do São Paulo nesta sexta-feira (8), Raí disse que está ciente dos riscos de colocar sua história à prova assumindo um cargo na diretoria tricolor e prometeu se esforçar para fazer o time reencontrar sua identidade “eficiente” dentro de campo.

“Sabemos o que o São Paulo representa. Estou confiante”, disse Raí, nesta manhã. “Na minha história, comecei sendo ‘o irmão de um grande ídolo’, depois foi uma grande transição do futebol para outras atividades. Tudo isso foi um desafio novo que eu decidi encarar. Sei dos riscos, mas sei o que deve importar, mostrar minha capacidade e aquilo que vou agregar para o time volte a ser vitorioso”.

Raí assume o cargo a pedido do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, após a saída de Vinicius Pinotti, que pediu demissão na quarta. Ele garante ter recebido carta branca para executar mudanças do futebol tricolor.

“A carta branca foi dada e obviamente, agora chegando, devo me esforçar para ficar por dentro de toda a estrutura atual. Estamos num momento de fim de ano, início de 2018 já chegando, e muitas pessoas estão com trabalho em andamento. Vou me apoiar nessas pessoas e pouco a pouco ir implementando minhas ideias”.

O ídolo afirmou que quer fazer o São Paulo reencontrar sua identidade. “Minha base vem do conhecimento de campo. Conheço futebol. O São Paulo precisa construir uma identidade e um estilo de jogo que independa do treinador que estiver. E esse estilo é muito próximo do que o Dorival Junior pensa. Vou conversar com ele para que o São Paulo tenha o estilo que tema ver com sua história e com sua torcida, que é um futebol com segurança, alegre e eficiente”.

O novo dirigente disse que o São Paulo precisa aprender com os erros dos últimos anos, em que o time esteve em baixa no futebol nacional, com sucessivas decepções e riscos de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Após o sufoco, Raí diz ver o time tricolor no rumo certo.

“Pego uma fase de transição rumo ao profissionalismo. O São Paulo tem aprendizados a serem colhidos destes últimos anos. Sabemos da realidade do País e do futebol, mas acredito que o clube está no caminho certo. Essa busca por uma profissionalização faz com que a gente acredite num futuro diferente, respeito a história e a cultura do clube, mas pensando sem ser de novo um clube inovador e pioneiro”.

Temporada 2018

Raí garantiu a permanência de Dorival Junior no comando do São Paulo na próxima temporada e disse que não vê necessidade de grandes mudanças na equipe que se reapresenta no dia 3 de janeiro para a pré-temporada de 2018.

“O Dorival é o treinador do São Paulo. Tenho total confiança no trabalho dele e vamos conversar muito sobre a equipe. Na minha opinião, o atual elenco não precisa de grandes mudanças. O time vai crescer muito em 2018 porque tem uma base forte, mas que claro pode melhorar, com bastante cobrança e eu estarei presente no dia-a-dia acompanhando estes trabalhos”.