Impedido de atuar, Rodrygo será homenageado no intervalo do clássico Santos x Corinthians

  • Por João Vitor Rocha
  • 11/06/2019 16h11
Ivan Storti/Santos FCRodrygo não recebe a desconvocação da CBF

O atacante Rodrygo vai se despedir do Santos no intervalo do clássico contra o Corinthians, na noite desta quarta-feira (12). Como não foi desconvocado pela CBF e está impedido de atuar, o clube decidiu homenagear a cria da base antes do segundo tempo da partida.

Convocado para representar a seleção brasileira sub-23 no Torneio de Toulon, Rodrygo não se apresentou para a competição. Santos e CBF não entraram em um acordo, e o jogador não foi desconvocado, ficando impedido de atuar. O clube chegou a entrar com um pedido junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para conseguir a liberação do garoto.

Como não poderá estar em campo, o clube resolveu fazer uma homenagem para o atleta durante o intervalo da partida contra o Corinthians. Na tarde desta quarta-feira (12), Rodrygo e o presidente do Santos, José Carlos Peres, vão conceder uma entrevista coletiva.

Rodrygo fez 80 partidas com a camisa santista desde que foi promovido ao time principal, em novembro de 2017. São 17 gols e 8 assistências. Ainda não foi definida a data da apresentação do jovem no Real Madrid.

Festa frustrada

Depois do empate com o Internacional, pelo Campeonato Brasileiro, Rodrygo afirmou que tinha um acordo com a CBF e que faria sua despedida em campo, contra o Corinthians. Essa foi a última partida do jovem oficialmente com a camisa do Peixe.

“Entramos com um acordo com a CBF e eu vou ficar. Saiu o acordo hoje pela manhã, meu pai me mandou. Meio que passei mal à noite, estava vomitando, inflamação na garganta, acho que era ansiedade se continuaria aqui ou não. Minha despedida fica para o dia 12″, afirmou à época.

O presidente santista, José Carlos Peres, reforçou a fala do jovem, e novamente citou a despedida contra o Corinthians.

Ele mesmo não quis ir, que tem que focar na ida ao Real. É uma grande transformação, difícil sair do Brasil. Tudo é novidade. Que Deus ajude, menino de ouro, educado, obediente, Santos tem grande carinho. Faremos uma festa na despedida contra o Corinthians, na Vila Belmiro. Ele tem que se despedir na nossa meca. Não só pelo lucro, mas por tudo que sempre foi parceiro. Ao Rodrygo sempre meu muito obrigado”, disse Perez