Sampaoli critica demora na renovação de jovens do Santos: ‘Prioridade é o dinheiro’

  • Por Jovem Pan
  • 20/07/2019 14h56
Guilherme Dionízio/Estadão ConteúdoO argentino Jorge Sampaoli é o atual treinador do Santos

O técnico do Santos, Jorge Sampaoli, criticou a dificuldade na renovação de jovens jogadores da base alvinegra. Em entrevista coletiva concedida na manhã deste sábado, no CT Rei Pelé, o treinador argentino abriu o jogo e disse que o envolvimento de empresários na renovação dos atletas tem prejudicado o clube e os próprios jogadores.

“Tem Tailson, Sandry, Kaique, um monte de meninos que estão por aí semi-incluídos. Ainda não há entendimento com a diretoria e o empresário. Talvez tenham contratos mais consolidados. A questão é mais econômica, isso prejudica para que joguem. Sandry era muito valorizado, por isso chamei, mas faz três meses que não o vejo. Esperava Tailson no Brasileiro, mas o perdi. Tenho certeza que a prioridade é o dinheiro, não sei como terminará a história”, afirmou.

Uma das principais marcas do trabalho de Sampaoli é a de utilizar jovens da base nos treinamentos do time profissional. Os meninos servem como “sparrings” e, eventualmente, podem ser relacionados para jogos da equipe de cima. O argentino pretende implementar essa prática com mais ênfase no Santos.

“Sempre no primeiro ano não são tão utilizado, mas no segundo aparecerão mais. Sempre aconteceu isso em meus projetos, não descarto que esses jogadores possam atuar até o fim do ano. Podemos ter lesões e suspensos. Vamos ver”, finalizou.

O Santos de Sampaoli volta a jogar no próximo domingo, às 11h (de Brasília), contra o Botafogo, no Estádio Nilton Santos. O time da Baixada é o atual vice-líder do Campeonato Brasileiro, com três pontos a menos que o primeiro colocado, Palmeiras.