Santos goleia o Bragantino fora de casa e mantém 100% de aproveitamento

  • Por Jovem Pan
  • 31/01/2019 21h05
LUIS MOURA/WPP/ESTADÃO CONTEÚDOCarlos Sánchez abre o placar para o Santos em Bragança Paulista e comemora o gol com seus companheiros

Quatro jogos e quatro vitórias no Campeonato Paulista. O Santos de Jorge Sampaoli segue firme na liderança do grupo A. Na noite desta quinta-feira (31), o Peixe visitou o Bragantino e atropelou o adversário por 4 a 1, mais uma vez demonstrando um futebol envolvente e ofensivo.

Apesar do placar, o Santos demorou alguns minutos para se encontrar no jogo, mas isso não impediu que o time apresentasse um ótimo toque de bola como nas primeiras partidas. Carlos Sánchez, autor de dois gols, foi o grande destaque no triunfo alvinegro.

No domingo (3), os comandados de Jorge Sampaoli tentam manter o embalo diante do Ituano, fora de casa. Já o Bragantino, que parou nos seis pontos no Grupo C, o mesmo do Corinthians, recebe também no domingo, a Ponte Preta.

O jogo

O primeiro lance de perigo da partida saiu dos pés de Derlis Gonzalez, aos 27 minutos, quando o paraguaio acertou a trave do Bragantino. O lance acordou o Santos, que viu Arthur Gomes perder boa chance dois minutos mais tarde, em bom passe de Derlis.

E de tanto insistir, o primeiro gol saiu aos 37 minutos. Carlos Sánchez ficou com sobra próximo à meia-lua e finalizou de canhota. A bola desviou na defesa adversária e entrou no canto esquerdo do goleiro.

A partir daí, os visitantes arrancaram para garantir o triunfo nos minutos finais do primeiro tempo. Aos 44, Alison ganhou a bola na intermediária ofensiva, avançou e deu enfiada precisa para Derlis, que tocou de bico na saída do goleiro.

Aos 47, foi a vez de Jean Mota virar o jogo para Derlis e correr para o meio da área. O paraguaio encontrou Victor Ferraz, que deu cruzamento preciso para o próprio Jean Mota subir sozinho na área e marcar o terceiro.

O Bragantino parecia entregue e viu a situação piorar logo no início do segundo tempo. Aos oito minutos, Arthur Guedes protegeu a bola na área e foi derrubado. O árbitro marcou pênalti, que Sánchez cobrou com cavadinha, no meio do gol, para transformar a vitória em goleada.

O gol de honra dos anfitriões saiu aos 17, quando Luiz Felipe errou ao tentar aplicar chapéu no meio de campo. Matheus Peixoto aproveitou e tocou para Wesley finalizar na saída do goleiro Vanderlei.

Um recuo excessivo do Santos ainda rendeu alguns sustos nos minutos finais, principalmente nos cruzamentos de Itaqui, mas parou por aí.

Confira a narração dos gols:





Com informações de Agência Estado