De virada, Santos goleia Altos por 7 a 1 e avança na Copa do Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 06/02/2019 21h05
JOÃO ALLBERT/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOCarlos Sánchez comemora o segundo gol marcado na vitória do Santos sobre o Altos

Três dias após ser goleado pelo Ituano, pela quinta rodada do Campeonato Paulista, o Santos voltou a entrar em campo pela Copa do Brasil e dessa vez acabou goleando o adversário. Jogando no estádio Albertão, em Teresina, na noite desta quarta-feira (6), o time comandado por Jorge Sampaoli aplicou 7 a 1 no Altos, do Piauí.

Apesar da ampla vantagem no placar, o Peixe levou um susto: o Altos abriu o placar aos cinco minutos de jogo. Porém, dessa vez foi somente um susto mesmo. Com muita facilidade, o time marcou cinco vezes no primeiro tempo e outras duas na etapa final para confirmar a vitória e a classificação para à segunda fase da competição nacional de mata-mata.

Na segunda fase da Copa do Brasil, o Santos terá pela frente o vencedor do confronto entre Sobradinho e América, do Rio Grande do Norte, que será realizado ainda nesta quarta. Já pelo Campeonato Paulista, seu próximo compromisso será sábado (9), no estádio do Pacaembu, contra o Mirassol.

O jogo

O início da partida começou com sustos para o Santos. Dando espaços para o Altos, quase levou gol no primeiro contra-ataque do time piauiense. E, para piorar, foi vazado aos cinco minutos, em uma jogada de bola parada. Ancelmo bateu falta rasteira, Sánchez fura ao tentar afastar e Luizão mandou para as redes.

O gol precoce levantou o temor de uma eliminação no Santos, abalado pela dura derrota para o Ituano no fim de semana. Só que dessa vez o time reagiu. E empatou o jogo aos 11, com gol de cabeça de Luiz Felipe, após cobrança de falta de Jean Mota, com o árbitro não percebendo que o zagueiro estava impedido.

A partir daí o primeiro tempo se tornou um passeio para o Santos. O time virou aos 24, quando Copete levantou para Derlis González finalizar às redes. No lance seguinte, aos 25, Alison desviou cruzamento rasteiro de Diego Pituca e acabou sendo ajudado por falha do goleiro Andrade para marcar.

O quarto gol foi com muita categoria, com Sánchez interceptando passe errado do Altos e batendo de cobertura, aos 28. E o uruguaio fez mais um, aos 40, em novo chute de fora da área.

Após o susto, seguido do massacre, o Santos diminuiu o ritmo no segundo tempo. Desconcentrado, cometeu até alguns erros, especialmente na saída de jogo, em lances com Vanderlei, Felipe Aguilar e Gustavo Henrique. Mas o Altos não conseguiu aproveitar as oportunidades para diminuir a sua desvantagem.

Embora tivesse facilidade para criar chances de gol, o Santos jogava em ritmo lento no segundo tempo, inclusive dando espaços ao clube do Piauí. E o time só foi aumentar o ritmo a partir da entrada de Soteldo.

O venezuelano exibiu vontade de marcar o seu gol. E conseguiu. Aos 24 minutos, interceptou lançamento longo de Gustavo Henrique e, livre na entrada da grande área, chutou no alto, marcando mais um belo gol para o Santos. E não ficou nisso.

Aos 37, o time selou o placar em 7 a 1, com um gol marcado por Diego Pituca, que chegou finalizando após cruzamento de Eduardo Sasha. Sampaoli ainda deu chance ao jovem meia Sandry, de apenas 16 anos, de ganhar mais alguns minutos entre os profissionais – havia sido aproveitado no fim do duelo com o Bragantino.

Confira a narração dos gols:

Com informações de Agência Estado