Santos recupera texto de Paulo Henrique Amorim e homenageia jornalista: ‘Descanse em paz’

  • Por Jovem Pan
  • 10/07/2019 11h39
Reprodução/Santos FCPaulo Henrique Amorim era torcedor do Santos

O Santos Futebol Clube prestou uma homenagem ao jornalista Paulo Henrique Amorim, que faleceu na manhã desta quarta-feira (10) em decorrência de um infarto fulminante. Através de suas redes sociais, o clube lembrou que o comunicador era torcedor do Peixe e publicou um texto em que ele declarava o seu amor ao time da Vila Belmiro.

“Eu vi o Santos ser campeão do mundo no Maraca. As duas vezes. É possível que também tenha visto o “gol de placa”. Mas, desse, não me lembro. Agora: aquele chapéu do Pelé no Nilton Santos… aquele chapéu é uma 9ª sinfonia”, recuperou o Santos.

A agremiação da baixada ainda escreveu na publicação: “Descanse em paz.”

Paulo Henrique Amorim estava na Record TV desde 2003. Até junho deste ano, ele apresentou o Domingo Espetacular, quando foi afastado pela emissora. Segundo o colunista Daniel Castro, o contrato com o jornalista estaria em vigor até 2021 e ele permaneceria à disposição para novos projetos.

Paulo Henrique estreou no jornal A noite, em 1961. Depois foi trabalhar em Nova York, como correspondente internacional da revista Realidade e, posteriormente, da revista Veja.

Na televisão, passou pela extinta TV Manchete e pela TV Globo, também como correspondente internacional. Amorim também passou pela TV Bandeirantes, onde apresentou o Jornal da Band, e pela TV Cultura.

Em 2003, ele foi contratado para apresentar o Jornal da Record. Anos depois, assumiu o comando do Domingo Espetacular.

O jornalista deixa uma filha.