Atlético-MG x São Paulo ficam no empate em último jogo antes da pausa para Copa América

  • Por Jovem Pan
  • 13/06/2019 22h03
Divulgação/Atlético-MGAtlético-MG x São Paulo

Atlético-MG e São Paulo empataram por 1 x 1, na noite desta quinta-feira (13), no Horto, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro – última antes da pausa para a Copa América. Alerrandro marcou para o Galo; já Pato fez para o Tricolor.

O Atlético-MG dominou todo o primeiro tempo com muita tranquilidade. O Galo terminou os 45 minutos iniciais com 70% de posse de bola e oito finalizações –  quatro certas e quatro erradas. O Tricolor acertou o alvo do adversário em apenas uma oportunidade, com Hernanes. Os mineiros deram impressionantes 358 passes só no primeiro tempo de jogo, contra 115 dos paulistas.

O gol do Galo saiu já na reta final do primeiro tempo, aos 43 minutos, mas não sem antes o VAR arrumar confusão. Depois de escanteio cobrado, Igor Rabelo cabeceou, a bola bateu em Toró e sobrou para Alerrandro. O atacante dominou e finalizou para o gol, em posição de impedimento. O árbitro teve que intervir para ver que a bola tocou no são-paulino, antes de sobrar para o jogador do Atlético. Foram quase 7 minutos de espera.

Os mineiros voltaram com tudo para o segundo tempo e quase aumentaram o placar já no início, com Patric e Cazares – a finalização desse último acertou a trave. Pato voltou para o segundo tempo mais inspirado. O atacante quase empatou aos 13 minutos, após lindo chapéu e finalização. O gol de empate do Tricolor saiu aos 27 minutos, nos pés de Pato. Depois de boa jogada de Nenê, o camisa 7 dominou bonito e bateu. Victor não teve chances.

O Galo ainda tentou algumas estocadas na parte final da partida, mas não conseguiu marcar o gol da vitória.

Ficha técnica Atlético-MG x Palmeiras 

Atlético-MG

Victor; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson (Maicon), Elias, Cazares (Ricardo Oliveira) e Luan; Chará (Geuvânio) e Alerrandro

Técnico: Rodrigo Santana

Cartões Amarelos: Adilson e Patric

São Paulo

Tiago Volpi; Igor Vinícius (Igor Gomes), Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Hudson, Hernanes; Marcelo Calazans (Nenê), Alexandre Pato e Toró (Everton Felipe)

Técnico: Cuca

Cartões Amarelos: Anderson Martins, Hudson e Igor Gomes

Público: 19.761 torcedores.

Renda: R$ 522.795,00.