Classificação do Grêmio na Libertadores pode favorecer o São Paulo no Brasileirão

  • Por Jovem Pan
  • 29/08/2018 09h12
LUCAS UEBEL/GREMIO FBPAEverton e Luan comemoram primeiro gol do Grêmio contra o Estudiantes

O Grêmio conseguiu uma classificação heroica na Copa Libertadores, nesta terça-feira (28), nas oitavas de final. Venceu o Estudiantes com gol no final e na disputa por pênaltis, por isso tem muitos motivos para comemorar. Mas outro time, o São Paulo, também tem motivos para se animar com isso, afinal o Grêmio continuará sem foco no Campeonato Brasileiro, em que o tricolor é líder.

Atualmente a vantagem do São Paulo para o Grêmio é de 8 pontos, portanto o time gaúcho tem totais condições de disputar o título do Brasileiro. Mas essa missão fica mais difícil porque o time prefere focar na Copa Libertadores. Já virou comum o técnico Renato Gaúcho escalar só reservas em partidas da maior competição nacional.

Isso deve acontecer de novo em pelo menos duas datas. No dia 16 de setembro, antes do primeiro jogo contra o Atlético Tucumán, pelas quartas de final da Libertadores, o Grêmio enfrentará o Paraná em casa e certamente poupará titulares. Normalmente o time gaúcho teria grande superioridade técnica neste duelo, mas ao escalar reservas a partida fica mais equilibrada.

No dia 29 de setembro, antes da partida de volta, o Grêmio terá um jogo contra o Fluminense, fora de casa. Mais uma vez o time gaúcho seria favorito se atuasse com força total. Mas com reservas o jogo será mais complicado.

Outros times, como Flamengo, Palmeiras, Cruzeiro e Corinthians, também estão na briga pela liderança do Brasileirão, mas por enquanto seguem vivos em outras competições, o que também os atrapalha. Então este contexto só favorece o São Paulo e o Internacional, que estão dedicados 100% ao Brasileirão e não à toa ocupam as duas primeiras posições atualmente.