Nenê completa 3 meses sem gol, é vaiado de novo e vira vilão do São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 27/11/2018 08h39
Rubens Chiri / saopaulofc.netNenê já virou problema para 2019

O gol mais recente de Nenê aconteceu em 22 de agosto, há pouco mais de 3 meses. Nesta segunda-feira (27), ele teve uma ótima chance de acabar com esse jejum, pois bateu pênalti no jogo do São Paulo contra o Sport, pelo Campeonato Brasileiro. Mas ele errou a cobrança, manteve o placar empatado, foi vaiado e virou o principal vilão do time tricolor, segundo a torcida.

Nenê fez um ótimo começo de Brasileirão, mas caiu de rendimento junto com o time no 2º turno. Quando o técnico Diego Aguirre resolveu colocá-lo no banco de reservas, ele reclamou publicamente. Quando o uruguaio foi demitido, surgiram boatos de que ele comandou um levante do elenco contra o treinador. A torcida não gostou e já tinha vaiado ele em outros jogos.

Agora a situação piorou. Além do pênalti perdido, Nenê também desperdiçou outras boas oportunidades no ataque e mereceu ser substituído no 2º tempo. Ele mesmo admitiu a atuação ruim: “Eu me vaiaria hoje. Peço desculpas à torcida. Sou o cara que está mais chateado com isso, queria ter feito o gol e ajudado meus companheiros”.

Agora o São Paulo ainda tem mais um jogo no Brasileirão, contra a Chapecoense, fora de casa. Mas Nenê já virou um problema para 2019, pois o baixo rendimento dele pode colocá-lo na reserva mais uma vez. O técnico André Jardine corre risco de lidar com essa polêmica novamente.