Se for eliminado no Paulistão, São Paulo pode ficar mais de um mês sem jogar

  • Por Jovem Pan
  • 19/03/2019 17h00
César Greco/Agência Palmeiras/DivulgaçãoSão Paulo, de Pablo, pode voltar a jogar somente no dia 28 de abril caso seja eliminado no Paulistão

A partida contra o São Caetano nesta quarta-feira (20), no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, pela última rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista, é decisiva para o São Paulo. Em caso de derrota, o time comandado interinamente por Vagner Mancini pode ficar mais de um mês sem jogar.

Como já foi eliminado precocemente da Libertadores da América, o Tricolor voltaria a entrar em campo oficialmente apenas no Campeonato Brasileiro, que está previsto para começar no dia 28 de abril, em um duelo contra o Botafogo – a Confederação Brasileira de Futebol ainda não confirmou as datas, horários e locais da primeira rodada da competição nacional.

Para evitar essa “folga” forçada na temporada, o São Paulo depende apenas de si. Se vencer o Azulão, o Tricolor garante vaga nas quartas de final do Campeonato Paulista, onde vai enfrentar o Ituano. Além disso, poderia terminar como líder do grupo, já que tem 14 pontos contra 17 do time do Itu, que recebe o Corinthians na rodada.

Se empatar, o São Paulo terá que torcer para o Mirassol – adversário do Oeste, terceiro colocado da chave, ou ficar de olho no saldo de gols. Afinal, em caso de vitória do time de Barueri, ambos ficarão com 15 pontos. Atualmente o Oeste tem saldo negativo de um gol, enquanto o Tricolor tem saldo de três gols.

Mas, caso o São Paulo perca para o São Caetano, que luta contra o rebaixamento na competição estadual, o time do Morumbi só avança com empate ou derrota do Oeste para o Mirassol. No entanto, contar com ajuda do time do interior paulista é arriscado, já que conquistou apenas 10 pontos nas 11 rodadas disputadas.