STJD aumenta suspensão de Felipe Melo e mantém as de Jô e Clayson

  • Por Estadão Conteúdo
  • 14/12/2017 19h11
Montagem / Agência Corinthians / Divulgação PalmeirasClayson e Felipe Melo se envolveram em confusão nos vestiários da Arena Corinthians, no intervalo do derby de 5 de novembro

O Campeonato Brasileiro continua nos tribunais. Nesta quinta-feira, o volante Felipe Melo e o atacante Clayson foram novamente julgados pela confusão no clássico entre Corinthians e Palmeiras e tiveram resultados distintos. O palmeirense pegou mais um jogo de suspensão e o corintiano continua com a pena anterior. O atacante Jô também foi julgado, por sanção aplicada após confronto com a Ponte Preta, e, assim como o companheiro de time, teve sua punição mantida.

Com a decisão, Felipe Melo, que havia pego um jogo de suspensão e que já tinha cumprido a pena, foi condenado a mais um jogo de gancho. Assim, ele terá que ficar ausente em mais uma partida em competições organizadas pela CBF (Brasileiro ou Copa do Brasil).

Quanto a Clayson, o jogador teve a pena de um jogo de suspensão mantida. Assim, ele está livre para atuar normalmente. Ambos já tinham sido julgados, mas a procuradoria fez o pedido para a realização de um novo julgamento, por não ter concordado com o resultado.

Ambos foram denunciados por causa de uma confusão no intervalo do clássico entre as duas equipes. Imagens divulgadas mostram Felipe Melo arremessando uma munhequeira em direção a Clayson. Em outras cenas, o atacante aparece como se estivesse cuspindo na direção do palmeirense e a troca de agressões deu início a uma confusão na saída do gramado para os vestiários.

Outro corintiano que foi julgado nesta quinta-feira é o atacante Jô. O STJD decidiu manter a pena de um jogo de suspensão pela agressão ao zagueiro Rodrigo, que estava na Ponte Preta. Ele cumpriu a pena diante do Avaí e, por isso, está livre para jogar normalmente. No lance, que aconteceu aos 49 minutos do segundo tempo, Jô aparece dando uma solada em Rodrigo.