Mário Sérgio define ex-companheiro Bauza: “guerreiro e gente boa”

  • Por Jovem Pan
  • 11/02/2016 18h25
Porto Alegre-RS, 06/10/2009 - Apresentação do técnico Mario Sergio como novo comandante do Internacional para o restante do Campeonato Brasileiro 2009. FOTO: Lucas Uebel/VipcommMário Sérgio se apresenta como novo técnico do Inter-RS e dispara: não precisa de ajuda da torcida

Quem só conhece Edgardo Bauza de vista muito provavelmente dirá que o atual técnico do São Paulo é um sujeito mal-humorado, carrancudo e que pouco se diverte. Mas, como diria o poeta, “as aparências enganam”. Em papo exclusivo com o narrador Nilson César, da Rádio Jovem Pan, o ex-jogador e comentarista Mário Sérgio revelou como o argentino é de fato – os dois jogaram juntos no Rosário Central, da Argentina, no fim da década de 1970. 

“O Bauza é um cara muito gente boa. Ele ainda era garoto na época em que jogamos junto. Era reserva, depois virou titular e se tornou um grande zagueiro. Tem um espírito de luta muito grande, é guerreiro demais”, contou Mário Sérgio. 

E são exatamente estas características que, segundo o ex-jogador, vão fazer o São Paulo crescer de rendimento sob o comando do argentino. No ano passado, a apatia do time era irritante. Espero que o Bauza coloque na cabeça dos jogadores esse espírito argentino que ele tem. No momento em que passar isso para os atletas, a parte técnica deles vai aflorar. A expectativa é de que o São Paulo se torne muito competitivo com o Bauza“, completou. 

E sobre o rival do São Paulo no clássico deste domingo, no Campeonato Paulista? Mário Sérgio acha que o Corinthians vai continuar bastante forte em 2016, principalmente por causa de Tite“Está entre os três melhores técnicos do mundo“, ousou afirmar. “Já trabalhou com times fracos e levou a posições de destaque. Esse Corinthians de 2016 que ele pega, apesar de ter perdido muitos jogadores, ainda tem bons valoresConfio muito no trabalho dTite. Acho que o Corinthians vai novamente se tornar um time muito competitivo“, encerrou.