Os reis do Paulistão: saiba quem foi mais vezes artilheiro do torneio

  • Por Jovem Pan
  • 09/04/2015 22h02
Pelé

O Campeonato Paulista se encaminha para sua fase decisiva, com os confrontos de quartas de final marcados para o fim de semana. Os times grandes são, como sempre, os favoritos para avançar à semifinal, mas a artilharia, por enquanto, não é do atacante de nenhum deles – Crislan, do Penapolense, marcou nove gols na primeira fase e desbancou astros como Guerrero, Alexandre Pato e Ricardo Oliveira.

Entre os goleadores que compõem a linha de frente dos times paulistas, é muito improvável que qualquer um consiga se aproximar dos nomes da lista abaixo. A Jovem Pan Online listou os atacantes que foram artilheiros do Paulistão por mais vezes. Confira.

 

Serginho Chulapa (Santos e São Paulo) – 4 vezes

O atacante foi artilheiro por dois dos maiores clubes do Estado. Pelo São Paulo, marcou 22 gols em 1975 e 32 em 1997. Pelo Santos, balançou as redes 22 vezes em 1983 e 16 em 1984.

Teleco (Corinthians) – 5 vezes

Jogou por nove anos pelo Timão entre as décadas de 1930 e 1940, e até hoje possui a maior média de gols pelo clube – foram 251 em 246 partidas disputadas. Foi artilheiro do Paulistão em 1935 (9 gols), 1936 (28), 1937 (15), 1939 (32) e 1941 (26).

Feitiço (Santos) – 5 vezes

O atacante não tinha vergonha de chutar de bico e, com esse recurso, foi artilheiro do Paulista em cinco oportunidades. Foram elas: 1923 (18 gols), 1924 (14), 1925 (10), pelo São Bento. Já pelos Santos conquistou a marca em 1930, com 37 gols, e 1931, com 39.

Arthur Friedenreich (Paulistano, Mackenzie e Ypiranga) – 7 vezes

O lendário goleador do Paulistano e da Seleção Brasileira foi o primeiro grande atacante de nosso futebol. No Campeonato Paulista foi artilheiro em 1912, com 16 gols, pelo Mackenzie. Em 1914, 1918, 1921 e 1929, pelo Paulistano, com 12, 25, 33, 16 gols, respectivamente. Por fim, pelo Ypiranga, foi artilheiro em 1917 (15 tentos) e 1919 (26).

Pelé (Santos) – 11 vezes

O Rei foi uma lenda também no Campeonato Paulista. É o maior artilheiro da história do torneio, com 470 gols marcados, e levantou o troféu em 10 oportunidades. Além disso, é o maior goleador de uma única edição com 58 (!) gols marcados em 1958. Para finalizar, outro recorde: conquistou a artilharia 11 vezes, sendo nove delas de forma consecutiva.

1957 – 17 gols

1958 – 58 gols

1959 – 44 gols

1960 – 34 gols

1961 – 47 gols

1962 – 37 gols

1963 – 22 gols

1964 – 34 gols

1965 – 49 gols

1969 – 26 gols

1973 – 11 gols