Cena bizarra na Fórmula 1: tampa de bueiro quebra carro e encerra treino

  • Por Jovem Pan
  • 26/04/2019 12h19
EFEMecânicos carregam carro da Williams após acidente

Aconteceu nesta sexta-feira (26) uma das cenas mais bizarras da história da Fórmula 1. Uma tampa de bueiro solta quebrou o carro pilotado pelo britânico George Russell, da Williams, e provocou o encerramento precoce do primeiro treino livres do GP de Baku, no Azerbaijão. O assoalho do monoposto ficou completamente comprometido pela tampa que estava levemente elevada na pista.

O incidente aconteceu quando Russell se preparava para iniciar a sua primeira volta rápida na atividade inicial desta sexta-feira para a quarta etapa da temporada de 2019 da Fórmula 1. Com apenas 10 minutos de bandeira verde, apenas os dois carros da Ferrari conseguiram registrar tempo. O monegasco Charles Leclerc ficou a volta mais rápida com 1min47s497, contra 1min49s598 do alemão Sebastian Vettel.

O episódio com a tampa de bueiro solta acabou gerando a bandeira vermelha, mas a organização do GP do Azerbaijão começou a mexer também em outros pontos da pista para garantir a segurança dos pilotos e recomeçar a atividade.

Só que as cenas de pastelão seguiram com o caminhão de resgate que estava levando o carro de Russell. Ele bateu em uma passarela que passa por cima do traçado e, danificando a estrutura, o veículo ficou jorrando óleo em cima do monoposto da Williams. Foi aí que a direção de prova resolver encerrar precocemente o primeiro treino livre em Baku.

A segunda sessão desta sexta-feira, depois de uma completa revisão da pista por parte dos organizadores, está marcada para as 10 horas (de Brasília). Neste sábado, o terceiro treino livre será às 7 horas e o de classificação acontecerá às 10 horas. A corrida, no domingo, terá início às 9h10.

Com Estadão Conteúdo