Em retorno ao UFC, Anderson Silva elogia adversário e promete: ‘Vai ser uma luta incrível’

  • Por Jovem Pan
  • 06/02/2019 16h11
UFC/ DivulgaçãoAnderson Silva já planeja lutar em Curitiba, em maio

Aos 43 anos, Anderson Silva está na reta final de preparação para mais um retorno ao UFC. A luta mais recente dele aconteceu há quase 2 anos, em fevereiro de 2017. Depois daquilo, Anderson teve que cumprir uma suspensão por doping e só voltará ao octógono neste sábado (9), no UFC 234, na Austrália. E acontecerá um retorno triunfal, segundo o brasileiro. Ele elogiou o adversário, o nigeriano Israel Adesanya, e disse que será uma “luta incrível”.

“É legal poder ter essa oportunidade de lutar com alguém que se declara seu fã. Principalmente um atleta como o Adesanya. Acredito que vamos dar um grande espetáculo para os fãs. Ele é um atleta novo, que tem uma habilidade extraordinária e é eclético. Vai ser uma luta incrível, um desafio bastante interessante para toda a minha equipe e para os fãs” analisou Anderson.

E mesmo antes de enfrentar Adesanya, Anderson já sabe quando deve ser o próximo desafio. Ele está negociando para lutar em Curitiba, no em 11 de maio, contra Nick Diaz. Seria uma revanche, pois o americano venceu Anderson em 2015 – depois o resultado foi alterado porque ambos foram flagrados no exame anti-doping.

“Pode ser que façamos uma luta contra o Nick Diaz em Curitiba. Estou aguardando as negociações, mas agora o foco é na luta contra o Adesanya. Eu acredito que tudo vai depender dos resultados. Eu gostaria muito de lutar em Curitiba depois dessa luta, para manter o ritmo. Até porque, quando eu tive a oportunidade de lutar lá, eu tive uma operação de emergência. Acho que Curitiba seria um palco bacana para eu lutar, independente de lutar pelo cinturão ou não. Seria perfeito, antes de disputar o cinturão, uma luta contra o Nick Diaz em Curitiba”, concluiu Anderson.