Quem é Kawhi Leonard, ala que está quebrando tudo no Toronto Raptors

  • Por Jovem Pan
  • 10/06/2019 10h58
EFE/MONICA M. DAVEYKawhi Leonard, ala do Toronto Raptors, diante do

O Toronto Raptors está a apenas uma vitória do título inédito da NBA. Caso triunfe diante do Golden States Warriors, na noite desta segunda-feira (10), a partir das 22h, a equipe canadense fará história. Para chegar a este ponto, o time conta com atuações monumentais de Kawhi Leonard, um ala de poucas palavras, mas que precisou lidar com a morte do pai e superar algumas lesões para tornar-se o grande destaque das finais desta temporada.

Vencendo a série por 3 a 1, o Toronto tem como grande trunfo o seu camisa número 2. Conhecido por falar pouco e pela sua frieza, Kawhi Leonard tem o perfil de herói dentro de quadra, mas não gosta de receber rótulos e tenta ser o mais discreto possível. Em ótima temporada após deixar o San Antonio Spurs, o jogador foi questionado sobre a sua leve queda de rendimento após o Jogo 3 das finais.

Ele, então, respondeu de forma sucinta aos jornalistas para, na sequência, arrebentar na partida seguinte, deixando os canadenses perto da taça.

“Eu não ligo. O importante é vencer os jogos. Eu não estou aqui para ser herói. Se eu estiver marcado, vou garantir que um companheiro possa conseguir um ótimo arremesso”, disse Kawhi, que na partida posterior a declaração, na última sexta-feira, marcou 36 pontos e pegou 12 rebotes.

Irmão mais novo de quatro mulheres, Leonard cresceu em Los Angeles e precisou passar por vários problemas até chegar ao principal torneio de basquete do mundo. Quando tinha 17 anos, em março de 2008, o ala já jogava pelas liga universitária dos Estados Unidos quando seu pai foi assassinado a tiros no lava-jato da família. Dias depois, mesmo de luto, Kawhi entrou em quadra e marcou 17 pontos.

“O basquete me ajuda a parar de pensar nas coisas, me anima sempre que estou para baixo. O basquete é a minha vida. Queria ir para a quadra para esquecer as coisas. Foi muito triste. Meu pai deveria estar neste jogo”, contou, na ocasião, em entrevista à LA Times.

Três anos mais tarde, o ala foi escolhido Indiana Pacers no Draft de 2011. Após uma temporada, o americano se transferiu para os Spurs, equipe que defendeu até o ano passado. No San Antonio, Kawhi sofreu seguidas lesões musculares e na panturrilha – que voltaram a aparecer em 2019, mas teve passagem brilhante, com direito ao título da NBA de 2014.