Por briga política, construtora desiste de reforma do Morumbi

  • Por Jovem Pan
  • 28/01/2014 18h37

Comunicando sua decisão oficialmenteDocumento enviado pela Andrade Gutierrez ao São Paulo

Depois da intensa briga política no São Paulo por conta da reforma do estádio do Morumbi, a construtora Andrade Gutierrez divulgou nesta terça-feira um comunicado oficial no qual afirma oficialmente sua desistência do projeto.

As razões mencionadas pela empresa foram “as ocorrências verificadas durante a reunião do Conselho Deliberativo do último dia 17 de dezembro de 2013, na qual um grupo de conselheiros de oposição se recusou a adentrar ao Plenário, evitando, inclusive, receber informações sobre o Projeto” e “ofensas públicas que a Construtora Andrade Gutierrez recebeu de conselheiros de oposição, no próprio dia da Reunião do Conselho Deliberativo e nos dias que se seguiram a esta”.

Depois dos incidentes, a diretoria do São Paulo chegou a pedir para que a construtora Andrade Gutierrez reavaliasse sua posição, mas depois de uma reunião aberta realizada no dia 25 de janeiro, na qual detalhes do projeto foram apresentados aos associados, membros da oposição atacaram novamente a empresa e, desta forma, a Andrade Gutierrez ratificou seu pensamento inicial de desistir do projeto.

Apesar da decisão da construtora, a Andrade Gutierrez, em um ato de boa vontade, vai ceder os projetos de arquitetura e engenharia já realizados, com seus os direitos autorais, para facilitar o processo de escolha da nova construtora por parte do São Paulo.