UFC tira cinturão de Jon Jones e suspende o lutador por tempo indeterminado

  • Por Jovem Pan
  • 29/04/2015 07h56
Jon Jones conquistou o cinturão meio-pesado em 2011

Acabou a paciência do UFC com Jon Jones. O presidente Dana White comunicou nesta terça-feira (29), em entrevista ao programa “Fox Sports Live”, que o lutador está suspenso por tempo indeterminado e não lutará no UFC 187, evento em que defenderia seu título contra Anthony Johnson, no próximo dia 23 de maio. Mais do que isso, a organização retirou o cinturão dos pesos-meio-pesados, que era de Jones desde 2011.

“Claro que agora ele tem de focar em seus problemas com a Justiça. Não sei o que vai acontecer. Ele está suspenso indefinidamente e depois veremos’, afirmou o presidente do UFC.

Sem Jon Jones, Daniel Cormier substituirá o ex-campeão e enfrentará Anthony Johnson na luta principal do UFC 187, valendo o cinturão dos meio-pesados que agora está vago.

A punição veio depois que Jon Jones se envolveu em um acidente automobilístico. O lutador bateu o carro contra outro veículo, feriu uma mulher grávida que quebrou o braço, e fugiu sem prestar socorro. Policiais encontraram maconha em seu carro após o acidente. Antes disso, Jones foi pego em exame antidoping por uso de cocaína, mas foi punido apenas com uma multa em dinheiro.

Em seu site, o UFC divulgou um comunicado sobre a situação de Jon Jones:

“O UFC anuncia que está suspendendo Jon Jones por tempo indeterminado e retirando o seu cinturão peso-meio-pesado como resultado das violações ao código de conduta da nossa organização. Jones foi recentemente preso em Albuquerque com uma acusação de crime por fugir do local do acidente envolvendo uma pessoa ferida. Como resultado dessa acusação e de outras violações do nosso código de conduta, a organização acredita que é melhor conceder tempo ao Jones para que ele foque nas suas pendências legais.

O UFC sente fortemente que os atletas precisam seguir algumas normas dentro e fora do octógono. Embora haja um certo desapontamento nesses acontecimentos recentes, a organização continua apoiando o Jones enquanto ele estiver passando por esse processo legal.

Com essa decisão, o UFC determinou que o desafiante número um, Anthony Johnson, passa a enfrentar o terceiro colocado, Daniel Cormier, pelo cinturão dos meio-pesados no UFC 187, dia 23 de maio, em Las Vegas”