Vantagem no dérbi e títulos: Corinthians volta ao Pacaembu com boas lembranças

  • Por Jovem Pan
  • 01/04/2016 18h23
Corinthians tem uma longa história de vitórias e emoções no estádio do Pacaembu

A banda inglesa Coldplay vai ser responsável por despertar emoções nos corintianos neste domingo, mas não com sua música. O show da banda inglesa marcado no Allianz Parque faz com que o Palmeiras tenha de mandar o clássico diante do Corinthians no Pacaembu, palco que tem muita história para contar e traz muitas lembranças aos alvinegros.

O Timão não joga uma partida no estádio Paulo Machado de Carvalho desde outubro de 2014, quando enfrentou justamente o Palmeiras. Na ocasião, o Verdão, ameaçado de rebaixamento, vivia fase complicada no Campeonato Brasileiro, mas quase venceu o Corinthians, que só conseguiu o empate nos acréscimos, com gol de Danilo.

Voltando algumas décadas no tempo, o primeiro clássico no Pacaembu foi justamente um dérbi paulista. Pela Taça Cidade de São Paulo, o torneio de inauguração do estádio, Palestra Itália e Corinthians golearam Coritiba e Atlético-MG, respectivamente, antes de se enfrentarem no dia 5 de maio de 1942. O resultado foi favorável ao Palestra, que dois anos depois mudaria o nome para Palmeiras: 2 a 1.

Se o primeiro confronto entre os dois rivais foi positivo para o lado verde, a história que se desenrolou depois foi diferente. Com o Palmeiras jogando no Parque Antártica e o São Paulo no Morumbi, o Pacaembu foi adotado pelo Corinthians, que só viria a ter um estádio próprio em maio de 2014. Até esse dia, foram muitas partidas do Timão no tradicional palco do futebol brasileiro – e muitas alegrias também.

A conquista que vem primeiro à mente dos torcedores mais novos é a Libertadores de 2012. O título se tornou a maior obsessão do Corinthians e de seus torcedores desde 1999, quando o Palmeiras foi campeão continental e deixou o clube alvinegro isolado como o único grande paulista a não ser esse troféu em sua coleção. O sofrimento acabou com a vitória por 2 a 0 sobre o Boca Juniors, com dois gols de Emerson Sheik, uma semana após um empate por 1 a 1 em La Bombonera.

Foi também no Pacaembu que o Corinthians conquistou seu último Campeonato Paulista antes da fila. E o título foi obtido com uma vitória sobre o… Palmeiras. Não foi uma final, uma vez que o estadual daquele ano foi disputado na fórmula dos pontos corridos. O empate em 1 a 1 garantiu o título ao alvinegro, que não poderia mais ser alcançado pelo rival a uma rodada do fim do torneio. A próxima conquista estadual só viria em 1977, desta vez no Morumbi.

Ocasião parecida aconteceu em 2011. O Timão precisava apenas de um empate para comemorar o título do Campeonato Brasileiro daquele ano, e, como a tabela era organizada para que os clássicos fossem disputados na última rodada, a partida final foi justamente contra o maior rival. No dia 4 de dezembro, um empate sem gols bastou para que o alvinegro conquistasse o título nacional em dia de homenagens a Sócrates.

Por fim, mais uma curiosidade: o Paulo Machado de Carvalho é o estádio onde mais foram disputados clássicos entre Palmeiras e Corinthians. Ao todo, foram 151 duelos no tradicional estádio. Destes, o Timão venceu 60, o Verdão venceu 46 e os 45 restantes terminaram empatados. No placar geral, no entanto, o alviverde tem 122 vitórias contra 120 do rival. Quem levará a melhor neste domingo?