07 de Setembro em SP conta com pedidos de intervenção militar; desfile reuniu cerca de 25 mil

  • Por Jovem Pan
  • 07/09/2015 14h30
SÃO PAULO, SP, 07.09.2015: SETE-SETEMBRO - Manifestantes seguram faixas defendendo intervenção militar durante desfile do 7 de Setembro em São Paulo Desfile cívico militar de Sete de Setembro, que comemora o Dia da Independência do Brasil, nesta segunda-feira (7), no Sambódromo do Anhembi, na zona norte de São Paulo (SP). Presença do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)Manifestantes seguram faixas defendendo intervenção militar durante desfile do 07 de setembro em SP

O desfile do dia da independência em São Paulo nesta segunda-feira (07) contou com espectadores pedindo intervenção militar, mini-pixulecos e pedido de investigação da chacina de Osasco.

Realizado no sambódromo do Anhembi, a parada reuniu aproximadamente 25 mil pessoas que acompanharam a passagem de oito mil componentes pela pista. Estiveram presentes membros das polícias, de bandas de várias escolas públicas, entidades civis como a Maçonaria e das Forças Armadas.

Principalmente antes do desfile, parte do público presente decidiu se manifestar contra o Partido dos Trabalhadores e a favor da intervenção militar. Gritos de “intervenção, intervenção”, “Fora, PT”, “abaixo o comunismo” e “povo é soberano” foram empostados pelos manifestantes.

Alguns espectadores também levaram pequenas versões do Pixuleco, o boneco inflável que representa o ex-presidente Lula com trajes de presidiário, para o que deveria ser a comemoração da independência brasileira.

Por alguns momentos, algumas pessoas estenderam uma faixa onde se lia: “Onde estão os assassinos da chacina de Osasco?” em referência à noite de terror do dia 13 de agosto, que deixou 19 mortos.