94% dos brasileiros concordam que iniciativas sustentáveis devem partir de empresas e governos

Os mais de 1,6 mil entrevistados trataram ainda das empresas que mais “combinam” com a sustentabilidade

  • Por Marina Ogawa/Jovem Pan
  • 18/04/2019 11h23
Divulgação/PrefeituraSP/twitter70% dos entrevistados disseram que deixariam de consumir uma determinada marca se descobrisse que a empresa responsável prejudica o meio ambiente ou os animais

Com o tema da sustentabilidade cada vez mais em alta, a maioria dos brasileiros acreditam que iniciativas sustentáveis devem partir de empresas e governos. É o que apontam os dados do estudo Smart Cities, realizado pelo instituto de pesquisa Hello Research em parceria com a Tupinambá, primeira startup brasileira de mobilidade elétrica & rede de eletroabastecimento.

De acordo com o estudo, cresceu o número de pessoas que disseram conhecer ou já ter ouvido falar de desenvolvimento sustentável. Enquanto em 2014 eram apenas 43% dos entrevistados, neste ano, 88% disseram conhecer o tema.

Um dado que impressiona na pesquisa trata da responsabilidade pela sustentabilidade. 94% dos entrevistados concordaram ser muito importante que as grandes empresas promovam a sustentabilidade e para esta mesma parcela dos ouvidos pela pesquisa, o Governo deve estimular medidas sustentáveis tanto de empresas como de pessoas.

Questionados se adianta um país ter crescimento econômico sem sustentabilidade, 74% dos entrevistados concordaram. Entretanto, jovens entre 16 e 24 anos discordaram de tal afirmação – eles representam 69%.

Ao tratar de fontes de combustível, 94% concordaram com a frase “espero que apareça uma fonte de combustível menos poluente que o petróleo”.

Marcas

Os mais de 1,6 mil entrevistados trataram ainda das empresas que mais “combinam” com a sustentabilidade. A que mais se destaca é a Natura, com 22% dos votos, seguida de Petrobras (10%) e O Boticário (3%) e Coca-Cola (3%).

Outras empresas associadas à sustentabilidade foram Greenpeace, Google, Unilever e Apple.

Sobre deixar de consumir uma marca por conta de falta de iniciativas sustentáveis, 70% dos entrevistados disseram que deixariam de consumir uma determinada marca se descobrisse que a empresa responsável prejudica o meio ambiente ou os animais.

Entrevistados acima dos 45 anos se sobressaem nesta parte da pesquisa. 80% declararam confirmar totalmente com a frase, seguidos por adultos entre 35 e 44 anos (74%), adultos de 25 a 34 anos (68%). Já entre os jovens de 16 a 24 anos, 63% deixaria de consumir uma marca ou produto nestas circunstâncias.