Amigo de Temer, coronel Lima é preso pela Polícia Federal

  • Por Jovem Pan
  • 21/03/2019 13h50
Reprodução/TV GloboO coronel aposentado João Baptista Lima Filho foi preso nesta quinta-feira (21)

O coronel aposentado João Baptista Lima Filho, amigo do ex-presidente Michel Temer, foi preso nesta segunda-feira (21), em São Paulo. O mandado foi expedido pelo juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, e diz respeito à investigação de desvios na Eletronuclear.

Coronel Lima é apontado pela Polícia Federal como intermediário de propina do ex-presidente Temer, também preso nesta quinta. Em delação premiada, o dono da construtora Engevix, José Antunes Sobrinho, disse que pagou R$ 1 milhão em propina a pedido de Lima Filho, do ex-ministro Moreira Franco e de Michel Temer. A Engevix, em parceria com a Argeplan, empresa do coronel aposentado, havia fechado um contrato com a usina Angra 3.

Em março do ano passado, João Baptista Lima Filho chegou a ser preso pela Polícia Federal. Ele estaria envolvido em um suposto esquema de lavagem de dinheiro na reforma da casa da filha de Michel Temer, Maristela. Segundo a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, a obra foi feita e custeada pela Argeplan, empresa de Lima, sem reembolso.

Prisões

Foram expedidos no total oito mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária e 26 de busca e apreensão nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná e no Distrito Federal.

A investigação decorre de elementos colhidos nas Operações Radioatividade, Pripyat e Irmandade deflagradas pela PF anteriormente e, notadamente, em razão de colaboração premiada firmada pela Polícia Federal. Os mandados foram expedidos pela 7° Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.