Ataque em Suzano: 15 mil pessoas comparecem a velório no Parque Municipal

  • Por Jovem Pan
  • 14/03/2019 20h55
Marivaldo Oliveira/Estadão ConteúdoCorpos das vítimas foram velados nesta quinta-feira, 14, na Arena Suzano

Os corpos das vítimas do ataque à Escola Estadual Raul Brasil foram velados na tarde desta quinta-feira, 14, na Arena Suzano, no Parque Municipal Max Feffer. De lá, foram levados ao Cemitério São Sebastião, em Suzano. A prefeitura da cidade informou que 15 mil pessoas compareceram para prestar as últimas homenagens às vítimas da tragédia.

Na manhã de ontem, 13, dois atiradores invadiram a escola e atacaram alunos e professores a tiros e golpes de machadinha. Oito pessoas morreram, incluindo o tio de um dos atiradores, atingido antes do ataque à escola, e 11 ficaram feridas. Os dois atiradores também morreram.

No cemitério, a capela ficou pequena para a multidão que acompanhou cada um dos cinco sepultamentos realizados ao logo da tarde, sob chuva fina. Nos corredores entre os túmulos, foram espalhadas as coroas de flores que enfeitaram o velório, enviadas por empresas, sindicatos, parentes e amigos. O público aplaudiu.

Quatro das vítimas tinham entre 15 e 17 anos – os estudantes Caio Oliveira (15), Claiton Antonio Ribeiro (17), Kaio Lucas Costa Limeira (15) e Samuel Melquiades (16). O corpo da professora Eliana Regina de Oliveira Xavier, de 38 anos, também foi sepultado hoje.

Apesar de ter sido velado junto com os demais, o corpo da coordenadora pedagógica  Marilena Ferreira Umezo será enterrado somente amanhã, 15, porque a família aguarda a chegada de um filho que está no exterior.

Por motivos religiosos, o velório do estudante Douglas Murilo Celestino aconteceu em uma igreja da Assembleia de Deus frequentada pela família.

Jorge Antonio de Moraes, de 51 anos, dono de uma locadora de carros e tio de um dos atiradores, também teve velório e sepultamento em cerimônia separada.

*Com Agência Brasil