Banco do Brasil é líder em reclamações; Santander e Bradesco vêm na sequência

  • Por Jovem Pan
  • 15/01/2019 14h46
Reprodução/Banco do BrasilA lista traz apenas instituições que tenham mais de quatro milhões de clientes e analisa o último trimestre de 2018

O Banco Central liberou nesta terça-feira (15) o ranking de reclamações contra as instituições financeiras no País. No topo está o Banco do Brasil, seguido pelo Santander e pelo Bradesco. A lista traz apenas instituições que tenham mais de quatro milhões de clientes e analisa o último trimestre de 2018.

Entre as principais reclamações, tanto nas instituições maiores quanto nas menores, está a irregularidade quanto a produtos e serviços oferecidos, falta de confiança na instituição, assim como sensação de insegurança e dúvidas quanto à legitimidade de transações e serviços ligados ao crédito.

Para calcular o índice, o número de reclamações – apenas as que procedem – é dividido pelo total de clientes do banco e, então, o valor é multiplicado por um milhão. Quanto maior o resultado final, pior é avaliação da instituição.

Os dez primeiros bancos e instituições financeiras da lista são:

  1. Banco do Brasil: 24,98
  2. Santander: 24,04
  3. Bradesco: 23,52
  4. Banrisul: 19,30
  5. Caixa Econômica Federal: 18,92
  6. Itaú: 17,33
  7. Omni: 12,42
  8. Votorantim: 12,15
  9. Banco CSF: 7,18
  10. Midway: 6,04

Ranking das instituições menores

Para criar o índice de reclamações de instituições financeiras com menos de quatro milhões de clientes, o Banco Central utiliza um ranking diferente. Aqui, quem desponta como a instituição com mais reclamações é a Modal, seguida pela Facta Financeira e pela Pan.

Os dez primeiros entre as instituições menores com maiores índices de reclamações são:

  1. Modal: 1827,79
  2. Facta Financeira: 497,39
  3. Pan: 291,54
  4. Intermedium: 198,61
  5. BRB: 137,02
  6. Paraná Banco: 136,15
  7. Agibank: 119
  8. Safra: 95,92
  9. BNP Paribas: 95,45
  10. BMG: 63,97

*com informações do Estadão Conteúdo