Bolsonaro diz a aliados que não irá a manifestações no dia 26

Bolsonaro diz a aliados que não irá a manifestações no domingo

  • Por Jovem Pan
  • 21/05/2019 16h00
Fernando Frazão/Agência BrasilO Presidente da República, Jair Bolsonaro durante Cerimônia de Entrega da Medalha do Mérito Industrial do Estado do Rio de Janeiro

O presidente Jair Bolsonaro não pretende ir às manifestações agendadas para o próximo domingo (26) em defesa do seu governo. Ele falou sobre o assunto com ministros durante a reunião do Conselho de Governo, no Palácio da Alvorada, pela manhã, segundo o Estadão Conteúdo. Pessoas próximas afirmam que o objetivo é demonstrar “respeito pelo cargo e por suas responsabilidades”.

A informação também foi confirmada na tarde desta terça-feira pelo porta-voz da Presidência da República, general Otávio Rêgo Barros, à agência Reuters.

Há atos previstos em pelo menos 60 cidades, em todas as capitais e no Distrito Federal. Ainda que o objetivo central seja o apoio às pautas do Planalto como a Previdência, o pacote anticrime do ministro Sérgio Moro e a Medida Provisória 870 — que reorganiza a estrutura do governo e está sob ameaça –, alguns grupos defendem do enfrentamento ao Centrão à criação da CPI da Lava Toga, além do impeachment de ministros do Supremo.

Levantamento do jornal O Estado de S.Paulo nas redes dos 54 deputados do PSL identificou que pelo menos 19 fizeram convocações. Outros parlamentares destacaram nas redes a importância das pautas do governo no Congresso, mas não falaram explicitamente sobre os atos.