Bolsonaro diz que valoriza o parlamento: ‘Vai dar a palavra final na nova Previdência’

  • Por Jovem Pan
  • 20/05/2019 19h36
Marcos Corrêa/PRO presidente disse que espera que a proposta passe pelas duas Casas com o menor número de emendas possível

Ao lançar a campanha publicitária da Reforma da Previdência, o presidente Jair Bolsonaro manteve o discurso de que valoriza o parlamento, que “vai dar a palavra final na nova Previdência”. Ele também fez um aceno à imprensa, ponderando que já cometeu “algumas caneladas” contra os meios de comunicação, mas que a mídia é “importante para que a chama da democracia não se apague”.

“Precisamos salvar as próximas gerações do nosso Brasil. Não pode um país tão maravilhoso como esse patinar na economia. O time que formamos, junto com parlamentares, tem essa preocupação com o futuro do Brasil”, discursou.

Ele falou que espera que a proposta passe pelas duas Casas com o menor número de emendas possível. Bolsonaro disse ainda que o governo pretende buscar a melhora de possíveis equívocos no texto junto ao parlamento. Ele agradeceu aos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), destacando que eles foram unânimes sobre a necessidade da proposta.

“Durante a campanha todos nós sabíamos que mergulharíamos numa crise bastante séria, que é econômica, ética e moral. Mas essa questão econômica é essencial para todos aqui no Brasil. Nas minhas viagens pelo mundo afora tem uma coisa só que a gente ouve: ‘se aprovarmos a reforma da Previdência o Brasil sairá dessa estagnação’. Isso passa por todos vocês, parlamentares, nesse momento. Todos, sem exceção”, pontuou.

Ele aproveitou o discurso para elogiar o ministro da Economia, Paulo Guedes, a quem chamou de “o pai da criança”. “Estando à frente dessa equipe, ele tem dado o norte para conseguirmos essa vitória”, completou.

* Com informações do Estadão Conteúdo