Previdência atual é caminho sem volta, diz secretário da reforma

  • Por Jovem Pan
  • 26/02/2019 14h04 - Atualizado em 08/05/2019 08h37
Foto: João Henrique"As alíquotas agora serão progressivas. É o meio mais justo de aplicar essa mudança", disse

Em entrevista ao Pânico nesta terça (26), o Secretário Executivo da Previdência Bruno Bianco afirmou que o “Brasil está em caminho sem volta” com o atual sistema de aposentadorias.

“A Europa envelheceu em 100 anos o que nós envelhecemos em 20”, apontou. “A sociedade enxergou que não dá mais. Estamos em um caminho sem volta se não aprovarmos a reforma”.

O projeto de reforma da Previdência foi entregue na semana passada pelo presidente Jair Bolsonaro ao Congresso Nacional. A aposta do Planalto é que o projeto seja votado até junho, antes do recesso parlamentar.

Um dos principais pontos da reforma é a mudança na idade mínima para homens e mulheres no novo sistema. Para o sexo feminino, serão 62 anos. No masculino, a regra continua mantendo os 65 anos necessários.

Bianco também ressaltou o esquema de compensação da reforma. “Quem ganha menos vai contribuir com menos, as alíquotas agora serão progressivas. É o meio mais justo de aplicar essa mudança. O Brasil vai ser outro”.