Contra Renan, Simone Tebet, Álvaro Dias e Major Olímpio retiram candidatura à presidência do Senado

  • Por Jovem Pan
  • 02/02/2019 14h55
Edilson Rodrigues/Agência SenadoDavi Alcolumbre (DEM) é um dos candidatos à presidência do Senado

Os senadores Simone Tebet (MDB), Álvaro Dias (Podemos) e Major Olímpio (PSL) retiraram suas candidaturas à presidência do Senado, neste sábado (2). O trio desistiu das eleições para apoiar Davi Alcolumbre (DEM) contra Renan Calheiros (MDB).

O primeiro a retirar a candidatura foi Álvaro Dias. Em seu pronunciamento, ele afirmou que queria apenas alertar os colegas da necessidade de renovação e alternância no poder da Casa.

Logo depois, Major Olímpio também desistiu da corrida durante seu discurso. Ele atacou a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, de interferir no que foi decidido pelos senadores e determinar que a eleição acontecesse com voto secreto.

Em seguida, foi a vez de Davi Alcolumbre discursar. Em sua fala, ele afirmou que representa o novo na política e pediu para que Simone Tebet retirasse a candidatura para apoiá-lo, citando a “guerra” que ela enfrentou no próprio partido contra Renan. Após o pedido de Alcolumbre, a senadora, então, anunciou que desistiria da corrida.

Com as mudanças, ainda há seis candidatos à presidência do Senado: Fernando Collor (Pros), José Reguffe (sem partido), Angelo Coronel (PSD), Davi Alcolumbre (DEM), Renan Calheiros (MDB) e Esperidião Amin (PP).