Cozinheiro que mantinha clínica clandestina de aplicação de anabolizantes é preso em São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 25/06/2019 19h05
Reprodução/InstagramLocal funcionava há mais de dez anos

Foi preso, na noite desta segunda-feira (24), um cozinheiro que mantinha uma clínica clandestina que comercializava e aplicava anabolizantes no centro de São Paulo há mais de dez anos.

Os agentes começaram a investigar o caso depois do registro de um boletim de ocorrência narrando que uma vítima da clínica, gerenciada por um homem conhecido como “Léo”, foi diagnosticada com necrose de seus membros superiores, sem possibilidade de cura, após tratamentos de estética feitos no local.

Durante a presença de uma equipe no prédio onde a clínica estava instalada, foi possível avistar um grande fluxo de pessoas. Uma delas foi abordada e trazia consigo um vidro de anabolizantes. O homem confirmou que comprou a substância com “Léo” e que tinha acabado de passar por um procedimento estético com a mesma pessoa, onde outras substância foram aplicadas, todas com comercialização proibida no Brasil.

A Polícia Civil foi então até o apartamento, onde foi recebida pelo suspeito. Em buscas pelo imóvel, constatou-se que, em um dos cômodos, funcionava uma espécie de clínica clandestina, sendo o local dotado de uma maca, com diversas substâncias espalhadas, além de folhas de cheque e máquinas de cartões bancários.

Centenas de comprimidos e ampolas ilegais foram apreendidos. O suspeito está em prisão preventiva e responderá pelos crimes de falsificação/adulteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais, lesão corporal e tráfico de drogas.