Dois prédios desabam em Muzema, na Zona Oeste do Rio de Janeiro

  • Por Jovem Pan
  • 12/04/2019 07h34
Reprodução/TV GloboDois prédios desabaram em comunidade do Rio de Janeiro

Dois prédios desabaram na manhã desta sexta-feira (12), na comunidade Muzema, localizada na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ao menos duas pessoas morreram – um homem e uma criança – e oito foram resgatadas com vida, de acordo com o Corpo de Bombeiros. Ainda não há informações sobre as causas do desabamento.

Três nomes foram confirmados entre os feridos: Adilma Rodrigues, Claudio Rodrigues e uma criança, Clara. Eles foram levados ao Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca.

A região de Muzema é conhecida por estar sob controle de milicianos – que teriam sido os responsáveis pela construção dos edifícios. A prefeitura do RJ afirmou que eles estavam em situação irregular.

Alan Santana é um dos familiares que buscam notícias dos desaparecidos. A jornalistas ele disse que estava tudo bem com o prédio onde moravam familiares seus. “Falei, vou lá ver… São quatro primos, minha tia e meu tio que estão aí. A situação do prédio era normal quando eu fui visitar eles. Acabou de ser construído, já estava pronto”, falou.

Mais agentes estão no local para atender eventuais feridos. As equipes de buscas pediram que moradores se afastassem do local. A região foi isolada para que o resgate continue.

Vale destacar que a região foi fortemente afetada pelas chuvas que tomaram conta do Rio de Janeiro nos últimos dias. No local há muita lama e lixo ainda decorrente dos dias de chuva intensa. Testemunhas dizem que por conta do acúmulo de lama, as equipes de resgate tiveram dificuldades de chegar ao local.

O desabamento desta sexta provoca interdições na estrada de Jacarepaguá, na região da comunidade.

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, está no local, mas até as 09h ainda não havia dado declarações à imprensa. Enquanto isso, o governador do Estado, Wilson Witzel, foi ao Twitter para lamentar as mortes. “Situação lamentável, que acompanho com atenção”.