Doria diz que policiais agiram de forma correta ao dispersar foliões com bombas e balas de borracha

  • Por Victoria Abel/Jovem Pan
  • 07/03/2019 17h47
PAULO GUERETA/ESTADÃO CONTEÚDODoria falou com a imprensa após evento sobre programa 'Corujão da Saúde'

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta quinta-feira (7) que policiais militares agiram de maneira correta ao usarem bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha contra foliões na Barra Funda, zona oeste de São Paulo. Ao menos três pessoas ficaram feridas.

Segundo o tucano, os foliões estavam fazendo “arruaça” e ameaçaram os agentes. O governador, no entanto, criticou a ação do policial que ameaçou uma das vítimas dizendo que não tinha “cerimônia para quebrar cara de mulher” e reforçou que o militar já está sob “ação disciplinar”.

Os foliões agredidos participavam do Bloco Agora Vai, no noite da última terça-feira (5). Eles relataram que o bloco já tinha se dispersado e poucas pessoas estavam nas ruas da região, quando foram surpreendidas pela ação policial.

Corujão da Saúde

Doria esteve no evento de expansão do programa Corujão da Saúde para o estado de São Paulo. Iniciado na capital e agora com atuação na rede estadual, o projeto tem a participação de 25 hospitais privados, que oferecem exames como ultrassonografia, endoscopia e mamografia.

A iniciativa tenta suprir uma demanda de mais de 155 mil exames. De acordo com o secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann, as filas para exames podem ser diminuídas em até 60 dias com a iniciativa do governo.