Joesley fala em “virar amigo de Janot”, não ser preso e “salvar a empresa” em áudio pré-delação

  • Por Jovem Pan
  • 05/09/2017 10h41
Joesley Batista fez acordo de delação e não foi preso

Foram revelados pela revista Veja nesta terça-feira (05) os áudios em que Joesley Batista e Ricardo Saud, ambos executivos delatores da JBS, conversam sobre a participação do ex-procurador Marcelo Miller no acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral (PGR). Saud diz: “o Marcelo deu uma tarefa para nós”. Joesley responde pouco depois “Marcelo tem linha direta com o Janot”. E revela, em outro trecho: “O Marcelo já descobriu e já falou para o Janot: ‘Janot, nós temos o cara, nós temos o pessoal que vai dar todas as provas que nós precisamos’”.

Os áudios foram entregues pela própria empresa colaboradora à Procuradoria , que decidiu investigar o acordo, que pode até ser cancelado. 

As gravações teriam sido feitas em 17 de março. A gravação de Joesley com o presidente Michel Temer no porão do palácio do Jaburu ocorreu 10 dias antes, em 7 de março. O Ministério Público Federal (MPF) e a JBS sempre negaram que Miller participou dos acordos de colaboração. Ex-braço-direito do procurador-geral Rodrigo Janot, Miller deixou a procuradoria para atuar no escritório de advocacia que defendeu a empresa. Na data da gravação, no entanto, Miller ainda era procurador envolvido nos casos da Lava Jato no âmbito da PGR.

Os gravados falam em se aproximar de Janot por meio de Marcelo Miller e acordam a exigência que seria feita de não serem preso após fazerem as acusações à Justiça.

“Nós vamos sair lá na frente, nós vamos sair amigo de todo mundo e nós não vamos ser presos. Pronto. E nós vamos salvar a empresa”, decreta o dono da JBS.

“Cara, eu vou te contar um negócio, sério mesmo. Nós somos do serviço, né? (A gente) vai acabar virando amigo desse Ministério Público, você vai ver. Nóis vai virar amigo desse Janot (SIC). Nóis vai virar funcionário desse Janot. (risos). Nós vai falar a língua deles. Você sabe o que que é?”, diz Joesley em um trecho. “Você quer conquistar o Marcelo (Miller)? Você já achou o jeito. Cê quer conquistar o Marcelo? Você já achou o jeito. É só começar a chamar esse povo de bandido. Esses vagabundo bandido, assim”, completa.

Em conversa informal e aparentemente sem saber que estavam sendo gravados, Joesley e Saud falam até sobre uma mulher “capa da Playboy”. Eles ainda assistem a uma reportagem do Jornal Nacional sobre a operação Carne Fraca da Polícia Federal, que também atingiu a JBS. Joesley planeja como contar a mulher as denúncias que fez e seriam veiculadas por William Bonner (apresentador do jornalístico da TV Globo).

STF

Joesley e Saud dizem ainda que “Fernanda” “surtou” porque os dois poderiam “entregar” o Supremo. Segundo Veja, o nome refere-se possivelmente à advogada Fernanda Tórtima.

“A Fernanda surtou por quê? Porque a Fernanda entendeu que nós somos muito mais e nós podemos muito mais. E aí até a Fernanda perdeu o controle. Ela falou: ‘Nossa senhora, peraí, calma, o Supremo não, peraí, calma, vai foder meus amigos, vai…’”, diz Joesley a Ricardo Saud.

Veja trecho do diálogo divulgado pela revista:

Ricardo – Deixa eu falar uma coisa para você. O Marcelo deu uma tarefa para nós… agora acaba… …. é muito fácil, e quer mais, é isso? Já contou para o Janot… …para entregar a fita… toca o enterro… …no caso do Temer…

Joesley – Vamos lá, vamos dar um passo atrás. Na minha cabeça. Marcelo é do MPF. Ponto. O Marcelo tem linha direta com o Janot. Quando falo o Janot, é Janot, Pelella…

Ricardo – Te falei… Mandei a mensagem…

Joesley – Não, não… É tudo a mesma coisa. MPF é Janot, Pelella… Qual é o nome daquele outro? É o… Que a… que a…

Ricardo – Janot… Pelella…

Joesley – E o outro lá… Ricardo, nós somos… nós somos joia da coroa deles. O Marcelo já descobriu e já falou para o Janot: ‘Janot, nós temos o cara, nós temos o pessoal que vai dar todas as provas que nós precisamos’. Ele já entendeu isso. A Fernanda surtou por quê Porque a Fernanda entendeu que nós somos muito mais e nós podemos muito mais. E aí até a Fernanda perdeu o controle. Ela falou: ‘Nossa senhora, peraí, calma, o Supremo não, peraí, calma, vai foder meus amigos, vai…’. Só para… Ricardinho, eu não vou conseguir te explicar e te falar assim… Ricardinho, confia ni mim. É o seguinte: vamos conversando tudo, nós vamos tocar esse negócio. Nós vamos sair lá na frente, nós vamos sair amigo de todo mundo e nós não vamos ser presos. Pronto. E nós vamos salvar a empresa.

Ricardo – Não, eu não ligo não. Eu não ligo com nada.

Joesley – Eu sei… mas…. eu não consegui te falar…

Quem é Marcelo Miller? O 3 em 1 explica como este procurador atuou na Lava Jato

Miller é o ponto fraco de Janot, diz advogado de Temer