Em nova entrevista, Lula diz que ‘quer ir para casa’

  • Por Jovem Pan
  • 03/05/2019 18h34
Agência BrasilO ex-presidente Lula concedeu entrevista ao jornalista Kennedy Alencar

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta sexta-feira (3), em entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, que estuda pedir a progressão de pena e ir para o regime semiaberto. O petista, no entanto, ressaltou que só fara o pedido se isso não o impedir de “continuar brigando pela inocência”.

“Por que você acha que eu digo que não troco a minha dignidade pela minha liberdade? Porque, de vez em quando as pessoas falam ‘Ah, mas agora foi julgado e tem a tal da detração [penal] e você já pode sair’. Obviamente, quando os meus advogados disserem ‘Lula, você pode sair’, eu vou sair. Só sairei daqui se qualquer coisa que tiver que tomar decisão não impedir de eu continuar brigando pela minha inocência”, disse Lula na carceragem da Polícia Federal em Curitiba, onde está preso desde abril do ano passado.

A progressão de pena do ex-presidente é possível por causa da recente decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de reduzir a condenação no caso do triplex do Guarujá para 8 anos, 10 meses e 20 dias de prisão. Com isso, ele pode ir para o semiaberto depois de cumprir 1/6 da pena, o que vai acontecer em setembro.

Lula, no entanto, disse que prefere continuar tentando provar a inocência a ser solto. “Eu quero ir pra casa. Agora, se eu tiver que abrir mão de continuar a briga pela minha defesa, eu não tenho nenhum problema de ficar aqui”, afirmou.

Esta é a terceira entrevista que Lula concedeu após sua prisão. Na semana passada, o ex-presidente conversou com os jornais Folha de S.PauloEl País.